Encontre aqui seu Software

Busca simples


Busca Avançada

KLASSMATT-INTEGRA divulga resultados do 3º trimestre

Postado por Redação em 15/10/2020 em Notícias

Companhia, sob liderança de Carlos Py, informou um crescimento de 50,5% em comparação com mesmo período de 2019

No 4º trimestre, a KLASSMATT vai iniciar a operação de sua Fintech para atuação no mercado de “Supply Chain Finance”

A KLASSMATT-INTEGRA S.A, anunciou os resultados financeiros do 3º trimestre de 2020. De acordo com a companhia, em 24 meses, foi possível acumular 246% de crescimento na sua receita.

A Integra conta com 21 anos de experiência no mercado de Saneamento e Governança de Dados Mestres (Cadastros de Materiais, Serviços e Clientes), atende clientes em 32 países e possui uma plataforma própria de gestão e governança de cadastros. 

No 3º trimestre, a empresa anunciou o lançamento da plataforma Klassmatt Fornecedores (cadastro, homologação e governança). Em sua carteira de clientes foram adicionadas empresas como AES, Campack, Vopack, New Steel, BRK Ambiental, Solimã, Unilever, USP, Intercement, Rede SARAH de Hospitais, Veracel, Mineradora Taboca entre outras.

“Estamos conseguindo superar nosso plano para 2020, tanto na receita bruta como na margem. Acreditamos que o porte das empresas que atendemos, o nível de satisfação dos clientes, a qualidade dos nossos sistemas e a assertividade das nossas estratégias comercial e de marketing são os principais fatores para conseguirmos este resultado. Além disto, historicamente nosso churn se mantém perto de 0% e a base de clientes continua demandando novos serviços”, declarou Carlos Py, CEO da Integra.

Em agosto, a companhia também lançou no mercado a plataforma Klassmatt para gestão de fornecedores e, no 4º trimestre, iniciará a operação de sua Fintech para atuação no mercado de “Supply Chain Finance”.

“São 2 novas frentes: Klassmatt Fornecedores e a nossa Fintech. Com menos de 30 dias, já temos empresas em fase de implantação da nossa nova plataforma para gestão de fornecedores e uma série de empresas em negociação. Já a operação da Fintech, que disponibilizará uma plataforma em nuvem totalmente integrada com ERPS e instituições financeiras, atuará no mercado de “Supply Chain Finance”. Com 3 cliques o fornecedor conseguirá as melhores condições para antecipar seus recebíveis. Esta operação deve iniciar ainda em 2020”, complementou Carlos Py.

De acordo com dados do banco central, no Brasil este mercado em 2019 superou R$ 800 bilhões e deve chegar a R$ 1,9 trilhões em 2025. No mundo, em 2019 foram gerados U$ 3,5 trilhões em duplicatas. 

Postado por Redação em 15/10/2020 em Notícias