Encontre aqui seu Software

Busca simples


Busca Avançada

Entenda sobre a lei geral de proteção de dados e como ela impacta no seu negócio

Postado por Tiago Jacobsen, CEO TDF em 19/01/2021 em Artigos

Você já compreende quais são os impactos da LGPD na contabilidade? A Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais entrou em vigor e tem como intuito promover o direito à privacidade de um cidadão. No entanto, o que muda com ela?

Compreender do que se trata a LGPD é de extrema importância para que as empresas possam, em primeiro lugar, se adequar.

Afinal de contas, o correto entendimento da Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais permite que uma empresa avalie se os seus processos estão de acordo com ela. Caso não, chegou o momento de mudar.

Deste modo, a LGPD na contabilidade traz consigo algumas exigências. Agora, é preciso reavaliar os métodos utilizados para captar, armazenar e utilizar os dados dos seus clientes. Contudo, não é preciso se desesperar. Se adequar à LGPD é um processo menos trabalhoso do que aparenta ser.

Portanto, o que você acha de compreender quais as mudanças e os impactos da LGPD na contabilidade?

O que é a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais?

A fim de compreender os impactos da LGPD na contabilidade, é necessário entender, em primeiro lugar, do que se trata essa lei e o que ela diz.

Deste modo, publicada no dia 14 de agosto de 2018, a Lei nº 13.709/2018, tem como intuito regulamentar todas as atividades de tratamento de dados pessoais, sejam em ambientes físicos ou digitais. O que engloba também pessoas físicas e jurídicas.

Sendo assim, o principal objetivo é garantir que os direitos fundamentais tanto de liberdade quanto de privacidade sejam protegidos. A Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais determina que a coleta de dados só aconteça em determinadas hipóteses. Um exemplo claro é quando existe o consentimento do usuário.

Confira a seguir alguns dos principais exemplos de quais são os dados pessoais envolvidos na LGPD:

  • Nome;
  • Gênero;
  • Idade;
  • Estado civil;
  • Ocupação;
  • E-mail.

Desta maneira, as empresas, entre elas as contábeis, precisam se adequar às novas regras que determinam a coleta e o tratamento de dados pessoais.

Portanto, continue acompanhando para descobrir como é a atuação da LGPD na contabilidade e como os escritórios contábeis podem se adaptar. Vamos lá?

LGPD na contabilidade: O que muda?

O primeiro impacto da LGPD na contabilidade diz respeito à mentalidade dos contadores. Afinal de contas, agora é necessário uma maior atenção e cuidado com os dados dos seus clientes.

Além disso, deve-se compreender que a LGPD causa impactos em todos os setores, uma vez que todas as empresas, contábeis ou não, armazenam dados pessoais, como dos seus próprios colaboradores.

Deste modo, o manuseio de informações deverá passar por mudanças. Isso vale para todo o seu ciclo de vida. Confira as suas etapas:

  • Coleta;
  • Armazenamento;
  • Transmissão;
  • Descarte;

Importante lembrar que informações relacionadas às pessoas jurídicas, como CNPJ ou razão social, não se enquadram como dados pessoais.

Postado por Tiago Jacobsen, CEO TDF em 19/01/2021 em Artigos