Encontre aqui seu Software

Busca simples


Busca Avançada

Controle Patrimonial: O que é?

Postado por Tiago Jacobsen, CEO da TDF em 04/02/2021 em Artigos

Controle Patrimonial: O que é?

Uma das principais responsabilidades de uma empresa, a fim de manter uma administração mais assertiva, é o controle patrimonial. Inclusive, você sabe do que estamos falando e qual a sua importância na gestão de um negócio?

Os gestores à frente de uma empresa são os responsáveis por manter um negócio ativo no mercado. Com isso, é de extrema importância que eles busquem acompanhar os seus resultados, analisar os processos e ainda lidar com contratempos.

Desse modo, a realização do controle patrimonial é fundamental para toda e qualquer empresa. Afinal de contas, estamos nos referindo ao gerenciamento de todo o patrimônio adquirido por um negócio.

Sendo assim, o controle patrimonial é uma estratégia utilizada para contribuir no processo de  economia tributária e aplicar gestão e monitoramento dos ativos da sua empresa. Com isso, o que você acha de compreender melhor sobre este assunto?

O que é o controle patrimonial?

Um erro muito comum entre empreendedores é o entendimento de que o controle patrimonial não é uma ferramenta importante. No entanto, estamos falando de um processo indispensável para toda e qualquer empresa.

Deste modo, o controle patrimonial é um ferramenta contábil que permite fazer o controle do patrimônio de uma empresa. O que envolve, inclusive, os ativos tangíveis assim como também os intangíveis, que podem ser:

  • Imóveis;
  • Terrenos;
  • Veículos;
  • Máquinas;
  • Patente de desenhos industriais;
  • Entre outros.

Sendo assim, por meio deste processo, os gestores encontram fácil acesso à informações e relatórios financeiros sobre a realidade financeira do seu negócio. Fato que garante uma maior segurança para a sua empresa.

Quando os empreendedores não possuem em mãos um controle patrimonial, eles encontram dificuldades para compreender a realidade financeira vivida por sua empresa naquele exato momento. Portanto, sem o controle do patrimônio, uma empresa pode acabar tendo que lidar com a depreciação dos seus bens. Além de abrir as portas para que os seus gestores tenham gastos a mais, como com impostos.

Qual a importância por trás do controle patrimonial?

Já foi possível compreender que o controle patrimonial é uma ferramenta indispensável para uma empresa. Isso, principalmente, para avaliar a sua realidade financeira, permitindo tomadas de decisões mais assertivas. Desta forma, uma empresa encontra uma maior segurança no momento de lidar com o seu patrimônio, reduzindo assim possíveis riscos.

Além disso, a realização de um controle patrimonial aumenta a credibilidade de uma empresa no seu mercado. O que abre as portas para o interesse de investidores, possibilitando assim o seu crescimento. Por fim, essa ferramenta contábil e o fornecimento de informações confiáveis acerca da realidade de uma empresa permite que ela se mantenha em dia com todas as possíveis mudanças que acontecem na legislação.

Acompanhe a seguir algumas das principais vantagens por trás da realização do controle patrimonial de uma empresa:

  • Auxílio na definição do custo de um produto ou serviço;
  • Projeção de caixa real;
  • Viabiliza eventuais negociações;
  • Evitar furtos e desvios de bens.

Como fazer o controle patrimonial de uma empresa?

Para que os gestores de uma empresa possam fazer um controle de patrimônio de forma mais assertiva, é necessário seguir alguns passos. Sendo assim, acompanhe a seguir 5 etapas que podem contribuir para que uma empresa possa exercer um controle mais assertivo do seu patrimônio:

  • Fazer a revisão das vidas úteis;
  • Determinar a nova taxa de depreciação referente aos ativos;
  • Fazer o teste do impairment.
  • Controle patrimonial (trata-se do levantamento físico e contábil de todos os bens do imobilizado);
  • Inventário físico (os ativos imobilizados são inventariados e identificados através de plaquetas com código de barras e numeração sequencial);
  • Análise e consistência do cadastro;
  • Cotejamento (trata-se da identificação dos itens físicos na base contábil);

No momento de fazer o controle patrimonial de uma empresa, os empreendedores podem contar com o suporte de um serviço especializado. 

Afinal de contas, oferecemos um sistema que permite a realização de demonstrações contábeis, como o balanço patrimonial. O que permite ter uma visão mais clara do patrimônio de uma empresa no momento. A TDF oferece uma série de outras soluções para que sua empresa obtenha a melhor performance do sistema. E, dessa forma, realiza uma tomada de decisões mais inteligente, baseada em dados retirados do ERP.

Postado por Tiago Jacobsen, CEO da TDF em 04/02/2021 em Artigos