Encontre aqui seu Software

Busca simples


Busca Avançada

Transportadora otimiza gestão com solução de ERP e BI

Postado por Redação em 22/07/2019 em Mercado

Transportadora Henrique Stefani escolheu a solução de ERP Praxio Logística

Transportadora Henrique Stefani

Ao optar pelo sistema de ERP da Praxio, a transportadora informou que obteve melhorias na implementação da Torre de Controle, fato que lhe permitiu desenvolver uma gestão compartilhada de indicadores, com seus clientes embarcadores, tornando possível a redução do tempo de diversos processos de operação.

O principal desafio da transportadora, quando procurou pelo auxílio da Praxio, era melhorar o processo de controle dos indicadores da operação como um todo.

Com mais de 50 anos de atuação, a Henrique Stefani é uma das maiores transportadoras do Brasil com atuação em países do Mercosul. A companhia, mais antiga do Grupo Stefani, investe em tecnologias e treinamentos de seus profissionais, com o objetivo de obter sucesso e tranquilidade nas operações realizadas, para oferecer atendimento de qualidade aos clientes. Por conta desse cenário, a companhia deu início ao processo de implantação de um novo sistema de gestão e BI.

No final de 2016, a empresa já fazia uso de uma ferramenta de ERP robusta, mas que não atendia a todas as necessidades, principalmente em relação a tecnologias de BI. A ferramenta anterior apresentava resultados em relação aos setores de integração das áreas da operação, contudo o mesmo não se via com relação ao uso de painéis de BI. Segundo a transportadora, o antigo ERP não comportava as demandas que a empresa solicitava, pois não possuía o formato que a instituição necessitava naquele momento.

Após realizar uma pesquisa de mercado, a companhia identificou no ERP da Praxio a união ideal entre um sistema de gestão (do tipo ERP) e o BI. A partir desse ponto, a companhia deu início a diversos testes e análises de aderência, entre os testes, a transportadora relembra a visita que realizou, para conhecer algumas das empresas que já utilizavam o mesmo sistema e, desse ponto em diante, tomou a iniciativa de realizar a implantação do novo sistema em janeiro de 2018.

“Entendemos que o sistema da Praxio, diferente de diversos outros softwares de gestão, nos entrega o BI como “uma folha em branco”, onde nós podemos criar as visões que queremos de uma maneira muito simples. Antes, nós tínhamos que nos adaptar aos fornecedores. Hoje nós conseguimos desenvolver e criar rapidamente as informações que queremos visualizar.”, informou a transportadora, em nota.

Quer saber qual o cenário atual do mercado de ERP no Brasil? Faça o download da nossa pesquisa 2017/2018 e confira!

Os resultados 

A possibilidade de um BI 100% flexível, que atendesse as necessidades da empresa, também tornou possível que a companhia passasse a oferecer, para seus clientes embarcadores, uma gestão compartilhada do transporte de carga. Desse modo, a partir dos resultados observados, a transportadora informou ter compreendido que, através do uso da solução de BI do ERP Praxio, a tecnologia também poderia ser utilizada para realizar a integração dos processos de gestão para gerar valor para seus clientes embarcadores. Segundo a empresa, atualmente, os clientes também passaram a ser, de certa forma, usuários do BI da Praxio.

A ferramenta de BI para foi utilizada para todas as células de operação da empresa, sendo os indicadores de performance dos veículos, o mais importante de todos. Antes do ERP Praxio, a companhia já possuía uma célula de produtividade, que realizava o monitoramento dos caminhões, com todo seu histórico, contudo esse era um processo manual que desperdiçava muito tempo. Com o BI, a empresa informou passou a automatizar as informações e consolidar tudo no que, hoje, ela chama de Torre de Controle, um painel de indicadores, que possui todas as visões que a empresa necessita no seu dia a dia de operação.

A companhia declarou ainda, ter ganho muito na automatização de diversos outros processos, que também funcionavam de forma manual, numa evolução contínua. Segundo a transportadora, atualmente é possível ter um monitoramento minucioso das operações em diversas áreas, para identificar a possibilidade de melhorias dos processos, numa análise quase diária, que imprime resultados inclusive, na realização dos relatórios mensais aos acionistas.

Postado por Redação em 22/07/2019 em Mercado