filtros avançados

Busca simples


Busca Avançada

Mega Sistemas compra operação de agronegócio

Postado por Daniela Quintana em 30/05/2018 em Notícias

Mega Sistemas sede Portal ERP

Com a aquisição, desenvolvedora de ERPs somou mais de 30 clientes à sua carteira do setor.

Liderada por Gustavo Almeida, operação foi responsável pelo desenvolvimento de produtos como o MobAgro, no qual o agricultor pode fazer apontamentos no campo sem depender do acesso à internet.

A Mega Sistemas, empresa de atuação nacional do segmento de ERPs (Enterprise Resource Planning), a partir de seu número de clientes de agronegócio que aumentou em 25% no ano passado, decidiu adquirir a operação comandada por Gustavo Almeida, que antes era parceiro da provedora. "A partir de agora, a operação se torna parte da Mega S/A?, afirma o Diretor Comercial da companhia, Giovanni Sugamosto.

Segundo a companhia, com a aquisição da operação, a empresa soma mais de 30 nomes à sua carteira de clientes de Agronegócio e segue otimista com novos investimentos para o segmento.

"A Mega entende que ainda pode explorar muito deste segmento e está se fortalecendo para garantir o sucesso deste projeto, aumentando a sua capacidade produtiva e desenvolvendo novas soluções para atender a este nicho?, comenta Sugamosto.

Comandada pelo diretor Gustavo Almeida na região Nordeste do país, a operação de agronegócio foi responsável pelo desenvolvimento de produtos como o MobAgro, no qual o agricultor pode fazer apontamentos no campo sem depender do acesso à internet. Segundo Almeida, depois, ao se conectar com alguma rede, o aplicativo faz a sincronização dos dados coletados com o sistema, fazendo com que as tomadas de decisão sejam mais rápidas e assertivas. 

Interessa bater a meta de vendas e negócios? Clique aqui!

De acordo com Almeida, os empresários do campo estão cada vez mais abertos a novas tecnologias, buscando integrar os seus negócios a um software de gestão. ?Sobretudo porque começam a reconhecer os benefícios que a automatização dos processos e a análise inteligente de dados podem proporcionar à lavoura, como a facilidade na tomada de decisões a cada safra, do plantio à colheita?, pontua Almeida.  Como reflexo imediato deste movimento, a companhia já viu um aumento de mais 20% na busca por sua soluções, em comparação ao último ano.  

Fonte: Redação

Faça como mais de 54 mil profissionais e assine a nossa newsletter!

Postado por Daniela Quintana em 30/05/2018 em Notícias