Encontre aqui seu Software

Busca simples


Busca Avançada

Instituição de Saúde adota ERP para automatizar processos

Postado por

Fátima Costa

em 09/05/2017 em Mercado

No início, em 1995, tudo era manual e registrado em papel. Com isso, havia uma demanda alta de impressão e a necessidade de ter cada vez mais espaço para arquivar montanhas de documentos. O pouco de tecnologia que era utilizada não era integrada, ou seja, cada setor tinha o seu sistema de gestão independente. Os prontuários eram preenchidos no papel e não existia um software para gerir os processos hospitalares. O acesso a informações importantes era lento e difícil, porque exigia uma busca minuciosa nos documentos.  

A chegada das soluções da TOTVS permitiu uma unificação entre a área administrativa e o setor de gestão hospitalar. Juntas, as ferramentas asseguram que o doente está recebendo o medicamento adequado, no horário certo, e o médico é alertado sobre qualquer alteração durante o tratamento do paciente. A tecnologia ainda proporciona imagens de exames com alta resolução e, consequentemente, viabiliza um tratamento mais rápido e correto.

Atualmente, o Sistema Único de Saúde (SUS) demanda mais de 70% do total dos atendimentos prestados pelo Dilson Godinho e utiliza cerca 77% dos 117 leitos disponíveis. Toda essa gestão dos recursos públicos exige um alto nível de controle. Com o software, é possível ter um monitoramento efetivos dos gastos e identificar cada despesa, por paciente, procedimento ou unidade de negócio.  

A visão rápida e fácil de tudo que é realizado dentro hospital permite cortar custos desnecessários ou que não sejam bem geridos. Por exemplo, o médico receita um determinado remédio, mas no estoque já tem um similar que atenderia à necessidade. A ferramenta ajuda a fazer esse alerta e a economizar sem colocar o tratamento em risco.

A adoção do software de gestão especializado em saúde permitiu ao Dilson Godinho um salto significativo na qualidade do atendimento.  Os módulos proporcionam que o corpo médico foque apenas na saúde do paciente. Da entrada à saída, toda a estadia na instituição é registrada nas plataformas da TOTVS.

Outro diferencial é a mobilidade para o acesso aos dados, que pode ser feito em qualquer hora ou lugar. O médico pode consultar o sistema do seu próprio consultório, mesmo estando fora do hospital. Na área de medicina diagnóstica, também houve avanço. Hoje, as atividades são realizadas por comando de voz, o que proporciona um ganho elevado de produtividade, além de reduzir possíveis erros.

?A TOTVS entrega uma ferramenta que nos torna capazes de fazer o nosso melhor. A interoperabilidade do sistema é um ponto a favor, uma vez que não precisamos mais acessar diversas plataformas e tudo está integrado, conversando entre si. Todo esse cenário tecnológico faz do hospital uma referência em segurança e qualidade de atendimento?, afirma Dilson de Quadros Godinho Júnior, diretor-presidente da Fundação de Saúde Dilson de Quadros Godinho.

Para o futuro, o Dilson Godinho planeja ter ainda mais processos digitais e indicadores de negócios inteligentes para apoiar na tomada de decisões. Para viabilizar tudo isso, já está em andamento um projeto de implantação do fluig ? solução completa para transformação digital ? e do TOTVS Smart Analytics, software de Business Intelligence, desenvolvido em parceria com a GoodData.

?A TOTVS investe para oferecer ao mercado de saúde soluções especialistas, que atendam às principais necessidades do setor. O projeto Dilson Godinho reforça o nosso compromisso em ajudar os nossos clientes a ficarem focados apenas seu core bussiness?, afirma Luciano Oliveira, gestor executivo de Saúde da TOTVS.

Interessa bater a meta de vendas e negócios em 2017? Clique aqui!

Fonte: Redação

Faça como mais de 48 mil profissionais e assine a nossa newsletter!

Postado por

Fátima Costa

em 09/05/2017 em Mercado