Encontre aqui seu Software

Busca simples


Busca Avançada

Transformação: a chave para o sucesso

Postado por Josep María Raventós, Country Manager da Sage Ibéria em 15/01/2020 em Artigos

Josep María Raventós, country manager da Sage

A transformação é necessária. São diversas as empresas que acabaram porque não se transformaram.

Nas pequenas e médias empresas, a transformação deve ser uma prioridade, mas quando falamos, particularmente, em transformação digital, ainda vemos alguns empresários com dúvidas, relutância, hesitação.

Uma das principais razões pelas quais uma grande fatia das PME Portuguesas ainda não cedeu à digitalização é porque acreditam que se traduz num investimento alto. Principalmente quando falamos de empresas pequenas, a maioria associa a digitalização ao investimento em laptops, às redes sociais e ao tempo que a sua gestão acarreta e ao upload de documentos na Cloud.

Mas é muito mais do que isto: a transformação digital significa trazer “inteligência digital aos negócios”. 

Ainda que seja quase uma obrigação para o sucesso, a transformação digital exige inovação tecnológica para implementar diversos processos. E este parece por vezes o patamar mais difícil de atingir para as nossas empresas. Uma coisa que continuo a constatar ao longo dos anos é que Portugal tem pessoas e organizações arrojadas, pioneiras e dadas a novas experiências. E por isso temos também bons exemplos de empresas nossas clientes bem-sucedidas na sua digitalização.

O processo de transformação digital de uma empresa é um investimento a médio e longo prazo, que tem de ser ponderado e muito enquadrado na estratégia e cultura empresariais.

Mas quando nos referimos ao grau de digitalização das empresas, o indicador que costumamos trabalhar é aquele que identifica os investimentos em I+D (Investigação e Desenvolvimento), adoção de software, sistemas e equipamento informático; também é verdade que damos particular relevância à “inteligência digital” que está presente na empresa e que se traduz nas ações táticas que ajudam qualquer PME a competir no mercado global.

As soluções de mobilidade são e vão continuar a ser a nossa aposta para podermos ir ao encontro daquilo que estas pequenas e médias empresas procuram, cada vez mais focadas em ter soluções Cloud , uma transição inevitável.

O investimento que a empresa realiza em tecnologia pode assim condicionar diretamente a sua produtividade. Para uma organização cujo foco do seu negócio seja o comércio eletrónico, a presença digital – e uma boa loja online, claro, – vão contribuir para uma maior visibilidade que se traduzirá em vendas. Mas para estas empresas, assegurar uma exímia gestão de Big Data é um fator crítico. Só uma empresa com capacidade para trabalhar e processar um constante turbilhão de dados, conseguirá agilizar os seus processos de tomada de decisão. Para isso, saber encontrar o melhor parceiro tecnológico pode ser igualmente crítico.

Postado por Josep María Raventós, Country Manager da Sage Ibéria em 15/01/2020 em Artigos