Encontre aqui seu Software

Busca simples


Busca Avançada

Grupo Tracbel monitora crescimento com BI da Qlik

Postado por Redação em 09/04/2021 em Mercado

A Aditi, canal de vendas do Grupo Toccato, apoiou a implementação e estratégia de dados do Grupo que segue em  crescimento e necessita de um controle das informações coletadas

O Grupo Tracbel, especialista em veículos e equipamentos pesados voltados às áreas de mineração, construção, florestal, rodoviária, agronegócio, motores, indústria de manuseio, pedreiras, agregados, entre outros. Com mais de 50 anos de atuação, possui 22 filiais em todo o Brasil, representando fabricantes como Volvo, SDLG, Tigercat, Kalmar e Michelin.

Com o crescimento nos últimos anos, a companhia passou a investir cada vez mais nos processos de transformação digital, trocando o ERP e implantando ferramentas de CRM. Nesse cenário, a companhia mapeou a necessidade de ter uma plataforma de Analytics e Business Intelligence (BI) para consolidar todas as informações coletadas. 

A Aditi, canal de vendas do Grupo Toccato, que desenvolve estratégia de dados para transformar essas informações em decisões, fez a implementação das ferramentas da Qlik, multinacional de Data Analytics, que vem mudando por completo a geração de insights valiosos na Tracbel. Hoje, a empresa ressalta que possui fontes confiáveis e que apoiam os negócios efetivamente.

Como empresa privada de SaaS, a Qlik fornece uma plataforma de nuvem de análise e integração de dados de ponta a ponta. Atualmente, a Qlik opera em mais de 100 países e atende a mais de 50.000 clientes em todo o mundo.

“Quando não usávamos a plataforma da Qlik, nas reuniões, cada líder levava um panorama diferente sobre o mesmo assunto. Atualmente, essas informações são consolidadas pelo BI. Discutimos o número e analisamos realmente o problema, sendo muito mais fácil chegar na causa raiz e identificar uma solução efetiva para a situação e o cenário que aqueles dados estão apresentando”, contou Gustavo Takamatsu, Diretor de Tecnologia e Inovação do Grupo Tracbel. 

Com várias fontes de dados trabalhadas na solução, a empresa afirma que as informações trazem uma visão preditiva dos negócios.

A velocidade, assertividade na tomada de decisões e monitoramento mensal de resultados e metas são os principais ganhos informados por meio desse projeto, junto à evolução na geração e utilização de dados para tomada de decisão. As áreas operacionais de vendas, pós-vendas e supply chain foram as primeiras a implementarem Qlik e, agora, indicadores financeiros e contábeis estão sendo o foco da corporação.

“É muito importante conseguirmos ver o resultado e fazer acompanhamentos. Por meio dos dados que são captados de diversas fontes, obtemos as informações necessárias para gerar conhecimento e, consequentemente, podemos revisar de maneira muito rápida e ágil os resultados das estratégias adotadas pela empresa”, salientou Gustavo Takamatsu.

Ao direcionar a visão para projetos estratégicos, como, por exemplo, o canal de vendas digitais da Tracbel, a gestão foi potencializada. A evolução das vendas e pedidos é acompanhada com o BI, com elementos que apoiam na tomada de decisão. Para 2021, a ideia é expandir as análises financeiras das outras empresas, para consolidar as informações do grupo como um todo. Além disso, gerar novos indicadores e ter esses insights nas mãos de todos os colaboradores.

De acordo com Gustavo, nenhum projeto de dados analíticos é fácil.

"Precisamos desenhar o que buscamos, ver as variáveis que podem impactar a nossa análise, fontes externas que não estão no nosso processo e outras fontes de dados. Nesse sentido, a plataforma Qlik ajudou muito a estratégia que criamos”.

Guilherme Tavares, CEO do Centro de Serviços Compartilhados (CSC) do Grupo Toccato, reforçou a importância de ter dados consolidados nas empresas, principalmente em companhias do porte da Tracbel, que segue o ritmo acelerado de crescimento.

“O volume de dados corporativos aumenta cada vez mais. São números que surgem de origens diversas e, sem o apoio da tecnologia, fica inviável assimilar e conseguir interpretá-los corretamente. O Grupo Tracbel está se expandindo e obter insights assertivos é fundamental para que esse crescimento ocorra de forma sustentável e com equilíbrio”, explicou Guilherme.

Segundo Paulo Schuab, Analista Sênior de BI da Aditi, todo o projeto com a Tracbel foi conduzido como uma parceria. O executivo ressaltou que a proximidade e cordialidade com o cliente foram pontos essenciais para que os resultados obtidos fossem positivos, de acordo com as expectativas existentes.

A Aditi é canal nacional Toccato/Qlik que atua em Minas Gerais e Espírito Santos com a revenda de licenças e desenvolvimento de serviços na plataforma Qlik implementado projetos, o modelo Self Service BI através da sua metodologia Responda Qualquer Pergunta, fornecendo suporte técnico e ministrando treinamentos. O canal também realiza a implementação de projetos integrados ao SAP e TOTVS. 

“Buscamos atuar como um parceiro. Nossa ideia era explicitar que vamos além de um fornecedor, seguimos de forma estratégica e nos aproximamos do cliente para que possamos enxergar as dores que precisam ser resolvidas. Com isso, apoiamos o processo de implementação do BI, além de acompanharmos todo o crescimento do Grupo Tracbel”, complementou Paulo Schuab.

O Grupo Toccato é especialista em tecnologia de Analytics e soluções para transformação digital. Fundado em 2006, é detentor das empresas Toccato, AnalisaBR e Toccato Serviços Compartilhados. Além da sede em Florianópolis, também possui filiais nas principais capitais do país. 

 

Postado por Redação em 09/04/2021 em Mercado