Encontre aqui seu Software

Busca simples


Busca Avançada

IoT pode chegar a US$ 3,29 bi em 2021 no Brasil

Postado por

Daniela Quintana

em 22/06/2017 em Notícias

A pesquisa ?O Mercado industrial brasileiro de Internet das Coisas, Cenário para 2021? entende como IoT objetos de uso cotidiano que são conectados à internet e também conectados uns aos outros, e a estimativa de valor considera hardware, software e serviços diretamente ligados a soluções IoT.

De acordo com Renato Pasquini, diretor de pesquisa e consultoria em transformação digital da Frost & Sullivan para América Latina, ?a tecnologia começa a ser embarcada nos produtos, junto com módulos de conectividade, permitindo às empresas extrair informações sobre a experiência do consumidor, analisar e definir ações?. Ainda segundo o executivo, ?é uma revolução centrada no consumidor, direcionada pela transformação digital?.

O estudo prevê que a indústria automobilística espera gastar mais em IoT já nos próximos dois anos, e que a logística e o transporte no Brasil serão baseados principalmente em rodovias, por conta da limitada rede ferroviária do país, prevendo, ainda, que roubos de veículos e cargas serão a principal preocupação. Por outro lado, há oportunidades significativas também em mercados como cidades inteligentes, utilities, agricultura e saúde. O relatório mostra também que o mercado de IoT no Brasil ainda é fragmentado, havendo desafios de se ampliar a capacidade de consultoria e integração para que as empresas do mercado de tecnologia brasileiro ofereçam soluções de ponta em IoT.

Quanto ao cenário mundial, as previsões da IDC mostram que os gastos mundiais com IoT podem chegar a US$ 800 bilhões este ano e dentre os principais casos de uso estão a indústria e tecnologias para utilities, um aumento de 16,7% no ano a ano. Até 2021, os gastos em todo o mundo com hardware, software, serviços e conectividade para IoT deverão chegar a US$ 1,4 trilhão.

Interessa bater a meta de vendas e negócios? Clique aqui!

Segundo a IDC, o verdadeiro valor de IoT está nos softwares e serviços que atuam em conjunto com os dispositivos para permitir a interpretação dos dados capturados e quais as ações a serem tomadas. A discussão já não é mais sobre os sensores conectados, mas sim nas soluções que podem trazer os insights que geram o valor ao negócio. Os setores que mais investirão em IoT neste ano serão manufatura (US$ 183 bilhões), transporte (US$ 85 bilhões) e utilities (US$ 66 bilhões). O mercado consumidor será o quarto maior, com US$ 62 bilhões, que deve crescer a 19,4% no ano a ano e alcançar o terceiro lugar em 2021. O setor de seguros terá o maior índice de crescimento no período, com 20,2%.

O software é a tecnologia que mostrará os maiores índices de crescimento. As plataformas de IoT crescerão a 29%, software de análise a 20,5% e segurança a 16,6%. O hardware também tem um bom índice de crescimento, com 15,1%.

A Ásia Pacífico (excluindo o Japão) vai liderar o investimento em IoT durante os cinco anos do estudo, com gastos deus$ 455 bilhões em 2021. A segunda e terceira maiores regiões serão os Estados Unidos (US$ 421 bilhões em 2021) e Europa Ocidental (US$ 274 bilhões). As regiões que deverão ter o maior crescimento nos gastos ano a ano são a América Latina (21,7%), Oriente Médio e África (21,6%), e Europa Oriental e Central (21,2%).

Fonte: Redação

Faça como mais de 54 mil profissionais e assine a nossa newsletter!

Postado por

Daniela Quintana

em 22/06/2017 em Notícias