Encontre aqui seu Software

Busca simples


Busca Avançada

Especial: Cobertura SAP Forum 2015

Postado por

Redação

em 31/03/2015 em Notícias

O tradicional evento que já faz parte da agenda tecnológica na América Latina, foi um marco para a empresa, não só pelo  lançamento de sua nova plataforma S/4 HANA, que promete revolucionar todo o ecossistema dos usuários SAP, como também pelos resultados positivos alcancados pelo evento, que contou com quase 8 mil participantes durante os dois dias, a maior edição de todos os tempos até o momento.

Durante o evento, os participantes puderam assistir a mais de 500 sessões, que foram divididas em três temas: 

? Linhas de negócios - que compreederam  assuntos relacionados á Cadeia de Suprimentos, Finanças, Marketing e Vendas e recursos Humanos);

? Segmentos de mercado - com aplicações em Agronegócio, Bens de Consumo, Manufatura, Setor Público, Serviços Financeiros e Varejo;

? Tecnologia - a utilização de todas as ferramentas do portifólio SAP Business Suite integradas com os últimos conceitos de Mobile, Cloud e Big Data.

De acordo com Cristina Palmaka, CEO da SAP Brasil, os dois dias renderam grandes experiências e também resultaram em uma excelente oportunidade para apresentar á clientes e parceiros todo o impacto positivo e as grandes transformações que estão por vir com o advento da nova ferramenta  SAP S/4 HANA : ? Apesar de a ferramenta ter sido lançada mundialmente em Fevereiro deste ano, o evento foi uma excelente oportunidade para apresenta-lá ao Brasil, trazendo inclusive dois clientes nacionais que já a adquiriram: a CEITEC, empresa vinculada ao Ministério das Ciências e Tecnologia, atuante no segmento de semicondutores,  e que é a primeiro do setor público em nível mundial a utilizá-la, e o IRB (Instituto de Resseguros do Brasil), instituição que vem fazendo um grande investimento em tecnologia para back-office e front-office (Core Resseguro e Tesouraria do Resseguro), grande parte dele baseado em SAP?, comenta Cristina.

Ainda segundo a executiva, foi possível disseminar  o conceito de perfect enterprise , repetido várias vezes no evento: 

? Para a SAP este conceito possui três pilares fundamentais :

? disponibilização das informações em tempo real, fator importante  para agilizar as tomadas de decisão, sejam as armazenadas no passado, as atuais ou as que compõe as análises preditivas para decisões futuras;

? integração das informações e uma única fonte da verdade, disponível para todas as áreas da empresa e acessiveis ao CEO, CFO ou CMO simultaneamente;

? potencialização do network ? integração entre toda a cadeia do ecossistema, incluindo os fornecedores e parceiros disponibilizando dados de uma forma clara e coesa.?

? A essência do evento foi a simplificação, mais precisamente, a utilização tecnologia como meio para consegui- lá, conclui a executiva.

SAP Forum 2015 PortalERP 4SAP S/4 HANA

Anunciado em fevereiro deste ano, o SAP S/4 HANA foi totalmente desenvolvido sobre a plataforma de computação em memória SAP HANA e com base nos mais modernos princípios de design para proporcionar uma avançada experiência de usuários em dispositivos móveis. O SAP S/4 HANA está disponível em modelos para implantação em nuvem, licenças ou em formato híbrido.

?Com o SAP S/4 HANA, a SAP está redefinindo o conceito de sistemas de gestão empresarial. A empresa do futuro já está acessível aos clientes da SAP por meio da quarta geração de sua solução?, afirma Alberto Oppenheimer, chefe de operações da SAP Brasil. 

Em entrevista exclusiva ao Portal ERP ele comentou sobre os avanços implementados  desde o R1 até o R3 ( realmente uma plataforma cliente/servidor em clientes empresariais ) até a revolução prometida pelo novo produto: 

? O objetivo do lançamento do S/4 HANA é a simplificação. Antes, mesmo tendo todos os sistemas integrados não era possível ao usuário ter tudo em tempo real. Migrar todo o ERP , iniciando pela parte  analítica, para o banco de dados era uma operação muitas vezes complexa.Com a nova tecnologia foi possível simplificar. Se pegarmos por exemplo a parte financeira, das 500 tabelas existente na versão anterior, fomos para 4 tabelas, com informações em tempo real, mudando o conceito para um sistema transacional real time  ao invés de um conjunto de dashboards analíticos. Outro avanço importante  foi simplificar também a interface gráfica, que está muito mais bonita e amigável.  Se pudessemos resumir em três motivos para o lançamento seriam estes: tempo real,  simplificação do modelo de dados e interface mais amigavel ?, ressalta o executivo. 

Sobre eventuais problemas de implementação, ele esclareceu: ? A SAP é uma empresa alemã, que por si só já tem a cultura de testar seus produtos  primeiro com ela mesmo. Para se ter uma idéia a migração global para S/4 dentro da própria SAP durou apenas dois meses, e  algumas vantagens imediatas já apareceram, como por exemplo,  uma redução de 70 % da conciliação da contabilidade. A Zurich Seguradora, um grande cliente que já utiliza também a solução, reduziu em 65% o prazo de fechamento contábil. Para minimizar os eventuais transtornos a empresa já preparou o que chamamos de RDS ( aceleradores de migração ) que são pacotes tecnológicos que vão permitir um processo seguro e rápido de migração. Isto já está disponível no Brasil para apoiar clientes e parceiros. Vale ressaltar ainda que, como a SAP deseja também uma mudança rápida para a nova ferramenta ela está oferecendo o CCP (Customer Care Program ) , um benefício que ofereça a todo cliente que iniciar seu projeto antes de julho de 2015 o apoio de um equipe de especialistas que vai acompanhar, sem custo,  todo o projeto em seu período de migração.?

?O S/4 HANA abre um novo universo de possibilidades para todos, pois não só a SAP como também parceiros e clientes podem desenvolver á partir dele. A plataforma está preparada para isso. Daqui a 5 anos vai ser uma plataforma de desenvolvimento muito utilizada, algo que vai revolucionar o dia-a-dia dos desenvolvedores?, conclui o executivo.  

 SA Forum 2015 Portal ERP3PME

O evento destacou também as soluções da fabricante voltadas para pequenas e médias empresas, um setor estratégico para a SAP, que vem apresentado grande crescimento de receita, sobretudo no Brasil, e que é   atendido com a plataforma Business One. A empresa aproveitou para anunciar uma parceria recente com a Elavon, que deverá incrementar as vendas deste produto no segmento de varejo.

Em entrevista exclusiva ao Portal ERP, Sandra Vaz, Líder de Vendas de Business One para a América Latina e Caribe comentou: ? A SAP tem uma estratégia forte para PMEs não só no Brasil como no mundo. Com isso, atendemos empresas que faturam desde R$ 1milhão até alguns R$ bilhões, com o mesmo nível de satisfação. Chegamos através de canais selecionados e estes canais vão ao mercado de forma verticalizada para atender escolas, clínicas, lojas, produtores de alimentos, restaurantes, pizzarias. O Brasil é um cenário de oportunidade, já que possui quase 1 milhão de empresas , que podemos atender com nossas soluções, seja ela tradicional ou em cloud.?

Sobre a parceria com Elavon realizada através do integrador NMS, ela ressalta: ? O empresário terá acesso a uma ferramenta que vai conciliar suas operações com os meio de pagamento disponíveis como cartão de débito, de crédito, dinheiro ou cheque a um custo muito baixo e pagando como serviço.?

 ?O foco comercial no Brasil neste momento serão as 52 mil empresas que já são clientes Elavon?, finaliza a executiva.  

SAP Forum 2015 Portal ERP1 2015Network e Exposição

Além da área direcionadas as sessões temáticas , o evento contou com a tradicional área de relacionamento e exposição formada tanto por canais de comercialização das soluções da fabricante como também parceiros de tecnologia da SAP.

Este ano estiveram presentes as empresas: EngDB, Resource IT, Equinix, Agile, Deloitte, PWC, Sonda IT, T-Systems, BMC, Cisco, CSC, E-IT, Engine, FH, HP, Intel, Indra, ITS Group, Net App, Pelissari, Sigga, Spro IT, Star IT, Thomson Reuters, TIVIT, UOL Diveo, Vert, Abaco, Coach IT, Convista, ESS, First Decision, Grupo LPJ, Grupo Meta, Grupo ASSA,  Intelligenza, KP IT, Lenovo, LKM, Megawork, Milenio 3, Red, Roff, Softtek, Vistex, Y Tecnologia, Be One, NMS, Ramo, Avannt, EBS, Security Weaver, SkyOne, Tech Mahindra, Humanus, entre outras.  

A SPRO It Solutions, estreante no SAP Forum, fundada no final  de 2008 e atuando desde o início somente com SAP, demonstrou seu posicionamento voltado ao  Agronegócio. Almir Meinerz ,diretor executivo e de operações da empresa explicou: ? Quando iniciamos, identificamos muitas oportunidades neste segmento. Não existia uma solução que atendesse alguns processos particulares do setor. Foi aí que desenvolvemos nossa solução e integramos ao SAP. Posteriormente a SAP trouxe uma solução específica para agronegócio denominada ACM, e isso fez com que fosse definido um novo direcionamento para empresa, que resultaria em descontinuar a nossa solução e agregar esta. A decisão foi acertada. Apos um ano de bons resultados, o contato com as necessidades dos clientes e a familiarização com a tecnologia, começamos a identificar novas oportunidades e resolvemos então complementar, por exemplo, o processo de originação de grão que vai desde o recebimento do caminho no pátio ate a geração de relatórios e dashboards gerenciais. Além disso agregamos uma mobile solution que permite um relacionamento maior entre o agrônomo e o produtor, incluindo dados de plantio, planejamento de safra, aplicação de defensivos, ou seja, uma plataforma prática e de boa interface com o usuário.?  

?  O atual processo de automatização, o aumento tanto da profissionalização como do conhecimento técnico da mão-de-obra no campo contribuíram também para despertar a necessidade de um controle de gestão mais apurado por parte do pequeno e médio produtor para com sua propriedade. Esta realidade tem criado também muitas oportunidades para nossa empresa,? conclui Almir.

Já a RAMO Sistemas Digitais levou para o evento o seu expertise no atendimento a pequenas e médias empresas. Décio Krakauer , CEO da empresa comentou:  ? A participação da Ramo no SAP Fórum tem a ver com seus vetores de interesse. Possuímos mais de 370 clientes de SAP no Brasil e estar aqui para receber estes clientes,  atender potenciais, além de fazer o network com parceiros de tecnologia é essencial e sempre produtivo?. 

A Ramo, atuando desde 1982, é uma empresa focada em ERP e CRM para pequenas e médias empresa. Em função de resultados obtidos e certificações, possui hoje a autorização da SAP para atuar como Master VAR o que lhe permite, além de vender diretamente ao usuário final criar também uma rede de revendas dentro de sua estratégia comercial, que totalizam hoje 111 em todo o Brasil, atendendo os mais diversos mercados.  

Décio comentou também sobre a evolução das vendas de Business One no Brasil: ? A idéia de se vender uma Ferrari inicialmente para um cliente de pequena ou média empresa foi evoluindo ao longo dos último dez anos, tempo este que representa o período em que o B1 começou a ser vendido no país. Inicialmente era mais complexo.  Mas a demanda por este tipo de solução para empresas com este porte, fez não só a cabeça do cliente , como também a estratégia do fornecedor mudarem.  Se falarmos em Brasil, hoje  86% das maiores empresas nacionais usam um ERP ( em sua grande maioria SAP inclusive ), o que significa um percentual muito baixo a ser explorado ainda.  Se descermos um nível na pirâmide, talvez estejamos falando aí em 40% que utilizam alguma solução, ou seja um grande potencial a ser explorado.  Para se ter uma idéia do que este mercado representa para a SAP hoje, em volume,  a maior base no Brasil e no mundo em Hanna é de Business One. O B1 tem hoje mais de 500 mil downloads de seu app no mundo, ou seja grande capilaridade e alcance. Acrescentamos o fato de que a empresa possui hoje um produto muito sólido com mais de 47.000 clientes no mundo. Segundo uma pesquisa recente de satisfação feita pela fabricante, 84% dos clientes SAP estão satisfeitos com o produto, ou seja, temos hoje um cenário muito mais tranquilo e testado para vender B1 do que tínhamos há alguns anos atrás?, esclarece Décio.   

Ainda segundo o executivo o aumento no uso de mobile solutions , cloud,  utilização de redes sociais, necessidade de um novo forma de gestão mais controlada para o novo pequeno empreendedor  e a interação cada vez maior com o governo, sobretudo no que diz respeito a questões fiscais e tributárias   devem impulsionar a demanda por soluções B1 nos próximos cinco anos.

Para Solemar Andrade, VP Executivo da Resources IT Solution, o SAP Forum tem uma característica particular: ? A fabricante apesar de investir muito em P&D para tecnologia, alguns bilhões de euros, tem um posicionamento muito voltado para o negócio, ou seja, usa a tecnologia para fazer negócios, para que o seus clientes façam negócios, o que é uma semelhança muito grande com o modelo de atuação da Resource para com os seus clientes. Um evento que discute alternativas de negócios. Muita gente veio pra cá para buscar respostas para melhorar e agilizar processos aumentar performance, ser mais competitivo, sejam motivados por questões regulatórias, cambiais ou associadas ao mercado de atuação, e esta busca por si só cria já novas visões e oportunidades para serem compartilhadas. Enfim, estamos muito satisfeitos com os resultados do evento,? declara o executivo. 

A Resource IT, uma integrador de tecnologias que vai completar 24 anos em 2015 e que atua em todo o território nacional, além de Argentina, Chile, Colômbia e Estados Unidos nasceu em São Paulo com foco no mercado financeiro  ( bancos, meios de pagamento e seguros ). Hoje esta vertical representa 50% do faturamento da empesa e o restante é fatiado em um grande número de outras verticais como saúde, governo, varejo, serviços, entre outras.  

 Segundo Solemar, a  aquisição de uma empresa relacionada ao universo SAP diversificou o modelo de negócio da empresa: ? Esta aquisição, dentre as várias que fizemos ao longo dos anos, abriu um grande leque de mercados para atuarmos, capilarizando receitas e fazendo com que entrássemos definitivamente no mercado de ERP. Essa mudança nos viabilizou o atendimento á empresas de médio porte o que foi bastante positivo, impulsionado ainda mais pelo advento do cloud, que te abre fronteiras , pois você pode comprar ou vender de qualquer parte do mundo bastando para isso trabalhar aspectos relacionados a estratégia de distribuição e o atendimento. Hoje temos aproximadamente 650 pessoas trabalhando diretamente com SAP HANA, seja em cloud pública ou privada?.    

Sobre a chegada do S/4 HANA Solemar foi pontual: ? Vai ser necessário um período de amadurecimento. Por outro lado, para as empresas que necessitam tomar decisões gerenciais rápidas e que cada vez mais precisam das informações analíticas em tempo real, a ferramenta será de vital importância, imprescindível, como é o caso do setor financeiro?, finaliza o executivo.

Para Anderson Dal?bó, diretor da Megawork, o evento este ano foi mais concentrado, onde as palestras trouxeram conteúdo mais alinhado com o a mensagem central do evento que era a simplicação. 

A Megawork, sediada em Vitória, é uma consultoria especializada em implementação de soluções de gestão empresarial , atendendo principalmente o varejo. A empresa possui hoje em seu portfolio todas as soluções disponibilizadas pela SAP. 

Sobre a implementaçao do  S/4 HANA no Brasil, Anderson mostrou-se bastante otimista: ? É um processos natural de maturidade. A SAP vai completar um ciclo  que se iniciou com o lançamento do HANA há três anos atrás  e que veio agregando varias integrações ao longo deste anos. O S/4 abre um novo cenário de oportunidades para os usuários, pois você pode inclusive desenvolver novas aplicações que nao eram possíveis antes. Podemos traçar um pararelo semelhante com o celular: no inicio você apenas fazia ligações e hoje você faz uma infinidade de coisas e não vive mais sem ele. Com o HANA vai ser assim: antes você usava uma pequena parte dele, hoje eu tenho acesso total e amanhã as empresas não viverão sem ele,? prevê o executivo. 

SAP Forum 2015 Poertal ERP2Além dos canais de comercialização e dos parceiros de tecnologia, muitos usuários finais participaram do evento. 

Segundo Cristiana Moraes, Diretor de Orçamento e Performance da Vale S/A:   

" Excelente experiência e troca de informação, conhecimento e tendências. Interação com profissionais de diversas áreas, "linkando" os processos e comparando-os com os atualmente realizados na vale. Muito interessante o conceito de Simple Finance e imaginar como estará a dinâmica do mercado em um futuro próximo."

Para Anselmo Parrechio Junior, Coordenador de Projeto de TI do Aché: 

" O SAP Forum Brasil 2015 foi extremamente bem organizado e estratégico. Os times da SAP e Parceiros comprometidos com seus públicos trouxeram conhecimento, inovação e novas oportunidades para seus clientes. A apresentação de nosso case estava lotada e nos permitiu compartilhar um pouco de nossas experiências e resultados com as ferramentas SAP. Este evento só demonstra e reforça a parceria entre Aché e SAP."

De acordo com Lucas Medeiros, da Gennera Consultoria:

? O evento permitiu reuniões e integrações com os principais parceiros, além da possiblidade de avaliar o que tem de novo para melhorar a prestação de nossos serviços ao cliente final. A equipe da SAP foi muito atenciosa com um público voltado para negócios?.    

Fonte: Redação 

 

Postado por

Redação

em 31/03/2015 em Notícias