Encontre aqui seu Software

Busca simples


Busca Avançada

Entrevista exclusiva com José Cláudio de Oliveira, CEO da PROCENGE

Postado por Redação em 01/10/2019 em Entrevistas

A PROCENGE, é uma companhia brasileira, de tecnologia da informação, especialista em soluções para gestão empresarial, com mais de 45 anos de experiência no mercado.

A companhia está sob a direção do CEO, José Cláudio de Oliveira, com quem o Portal ERP, realizou a entrevista deste mês! Confira:

1) Conte-nos um pouco sobre a história da PROCENGE.

A PROCENGE é uma empresa com sede no Recife, âncora do Porto Digital, dedicada, principalmente a softwares de gestão integrados e personalizados a soluções inovadoras em processos.

Tem 130 colaboradores, filial em São Paulo e clientes em todos os estados do Brasil, com uma atuação focada na busca de eficiência operacional e inovação para os seus clientes, com soluções consolidadas, capazes de atender demandas específicas de cada negócio. Seus produtos são complementados com metodologias avançadas de implantação, consultoria e treinamento na área de software ERP e sistemas de gestão empresarial.

2) Quais os segmentos que a companhia atende?

Atua nacionalmente e atende empresas de médio e grande portes em quase todos os setores de atividade empresarial. Para alguns segmentos de mercado, além de entregar um completo sistema de  ERP para a gestão de Backoffice, oferece também soluções verticais para Planos de Saúde, Exportação, Produção Industrial, Armazenagem, Locação de Máquinas e Equipamentos, Microcrédito, Utilities (saneamento e gás) e Agronegócio.

Destaque para sua expressiva presença no segmento de Operadoras de Planos de Saúde, onde detém 1/3 das Unimeds utilizando sua solução ERP Pirâmide, totalizando 112 clientes só nesse mercado. É o software de ERP mais usado por essas cooperativas médicas, com total aderência às exigências da ANS – Agência Nacional de Saúde Suplementar e se destaca pela sua forte ênfase em controladoria.

3) Nos conte um pouco sobre cada solução do portfólio oferecido pela PROCENGE.

Sua principal solução é o ERP Pirâmide, que passa por uma evolução tecnológica e conceitual, capaz de suportar o cenário de transformação digital das organizações e promete inovar neste  mercado, na sua nova versão como plataforma de gestão personalizável: o Pirâmide 360.

A novidade chega ao mercado em outubro, expandindo a cobertura de processos para outras áreas além do Backoffice (Gestão Administrativa, Financeira, Contábil e Fiscal) de uma forma simples, ágil e ainda mais aderente a cada tipo de negócio.

Dar mais informação, autonomia e capacidade para as empresas se manterem competitivas num cenário de Transformação Digital é a grande entrega do Pirâmide 360. Uma poderosa plataforma, flexível e integrada, que possibilita o suporte tecnológico para uma gestão que precisa responder rapidamente às mudanças do mercado e a novos modelos de negócio.

4) Muito tem se falado sobre o impacto da tecnologia na vida das empresas, principalmente quando falamos sobre IoT, machine learning e agora o chamado deep learning. Como a companhia enxerga a adoção dessas tecnologias por seus clientes?

O Pirâmide 360 foi concebido para poder coletar ou atuar com dispositivos IoT. O módulo de criação de apps embarcado no 360 possibilita que as aplicações estendidas façam leituras de sensores IoT ou mesmo atuem nestes dispositivos, como, por exemplo, comandando válvulas conectadas à rede.

5) Independente do segmento de atuação das empresas, a segurança da informação com o advento da LGPD, tem ocupado as pautas de discussão dos assuntos da atualidade. Como a PROCENGE está lidando com esse assunto? A companhia já está adotando uma postura preventiva para adequar suas soluções a este novo cenário?

Muitos dos nossos clientes guardam informações sensíveis, dos seus clientes, nos bancos de dados geridos por nossos sistemas. Os clientes da área de Utilities, por exemplo, de fornecimento de água e de distribuição de gás, detém, em seus arquivos, dados que exigem cuidados especiais, de acordo com a nova legislação. Entendemos que a nossa tarefa estende-se também a alertá-los e educá-los quanto a essa questão.

Faça como mais de 56 mil profissionais e assine a nossa newsletter!

Colaboradores da Procenge no Marco Zero do Recife-PE no Porto Digital

6) Recentemente muito tem se falado sobre a capacitação dos profissionais para atuar nos setores de desenvolvimento de software e novas tecnologias. No ano passado, a empresa lançou um programa de estágio, para diversas áreas em Pernambuco. Qual a visão da PROCENGE em relação ao incentivo de capacitação profissional para o futuro do desenvolvimento de tecnologias para o país?

Queremos colaborar na formação de profissionais capazes de pensar e agir criativamente, com uma postura resolutiva e inovadora. Além de alguns treinamentos on boarding, nossos estagiários passam por um Job Rotation que possibilita ampliar a visão estratégica do negócio e perceber a interrelação entre as áreas da empresa.

Além disso, a UniProcenge, universidade corporativa da empresa, desenvolve permanentemente, material de aprofundamento e alargamento da capacitação do nosso pessoal e dos nossos clientes.

7) A PROCENGE é uma empresa nacional, com mais de 45 anos. Por si só, isto significa um tempo de existência bastante significativo e respeitável, sobretudo quando falamos em TI. Em sua opinião, atualmente qual o maior desafio que a companhia tem enfrentado para continuar crescendo?

O nosso maior desafio é fazer com que, uma empresa continue fiel ao seu DNA, sempre se renovando e inovando para os seus clientes. Assim conseguiu alcançar essa longevidade. Assim tem que ser mantida.

Para isso, consideramos muito importante a nossa presença no ambiente do Porto Digital do Recife, onde podemos desenvolver programas, tanto de inovação interna, como de open innovation, que acreditamos ser a principal fonte de perenidade nesse mercado altamente competitivo dos ERPs mundo afora. Dessa forma, os nossos colaboradores são ainda mais estimulados a absorver as mudanças da sociedade e da tecnologia.

8) Com as constantes mudanças relacionadas à transformação digital, como a companhia se imagina daqui a (5 ou 10 anos)?

A Transformação Digital diz mais sobre pessoas do que tecnologia. Estamos atentos à forma como os hábitos, a comunicação e as relações interpessoais estão caminhando. Daqui a 5 ou 10 anos, deveremos ser uma empresa X.0, multidisplinar e jovem como somos hoje, tracionada por um time ágil e inovador, ainda mais aberta à colaboração e à co-criação. Continuaremos trabalhando para sermos essenciais para o sucesso dos nossos colaboradores e clientes, em sintonia com a nossa cultura e valores.

Fonte: Editorial Portal ERP

Fotos:  1) José Cláudio de Oliveira, CEO PROCENGE  / 2) Colaboradores da PROCENGE, no Marco Zero do Recife-PE no Porto Digital

Postado por Redação em 01/10/2019 em Entrevistas