Encontre aqui seu Software

Busca simples


Busca Avançada

Confecção têxtil mira em indústria 4.0 com novo sistema ERP

Postado por Redação em 09/12/2019 em Mercado

Formitz Confecções, realizou a migração do seu ERP para a versão WEB da Systêxtil

Confecção têxtil mira em indústria 4.0 com novo sistema ERP

O ano de 2019 trouxe uma mudança significativa na gestão da Formitz Confecções, marcando um grande passo da empresa na migração à indústria 4.0.

Cliente há 16 anos da Systêxtil, a empresa de Guaramirim atualizou seu ERP para a versão WEB do sistema e os benefícios já estão sendo reconhecidos em diversos setores da fábrica têxtil catarinense.

Faça como mais de 56 mil profissionais e assine a nossa newsletter!

De acordo com o gestor de TI da Formitz, João Paulo Piazera, o crescimento da empresa mostrou que o sistema web estava adequado e pronto para ser implementado. “A partir deste momento, a gente foi atrás do que era necessário para poder fazer essa migração dentro da empresa. Além disso, as novas ferramentas, como o Systêxtil View, que possibilitam ter as informações para tomada de decisões de uma forma muito mais ágil, gerou também o desejo de acelerar a migração”, frisa João Paulo.

A antiga versão do Systêxtil opera em Vision. Já a nova versão, 100% web e JAVA, proporcionou benefícios como tecnologia mais moderna, melhor performance do ERP, dinamismo e flexibilidade nos setores da fábrica, além de ganhos na produtividade e redução de custos. A versão web também permite que cada empresa tenha plug-ins personalizados que atendam às necessidades específicas de seu negócio.

A sala de malha da Formitz é um exemplo de setor que foi implantado dentro da versão web. Segundo a gerente industrial da empresa, Claudete Satler, a mudança oportuniza o controle total do produto, proporcionando ganhos de produtividade, segurança em relação à matéria-prima e planejamento antecipado.

“Antes, a nossa sala de malha era toda manual e não tínhamos um número do que realmente tinha no estoque. Fato que gerava uma perda muito grande, de dinheiro mesmo. Hoje, dentro da nossa sala de malha, do nosso corte, a gente sabe exatamente quanto tem de matéria-prima e fazer uso correto dela e isso segue para os demais setores. Eu sei exatamente do que eu preciso e quanto estou consumindo e, se algum momento algum material está sendo consumido a mais ou a menos, a gente adota ações imediatas.”, explicou a executiva.

Ainda segundo a empresa, todo o processo de mudança e adaptação à novos sistemas ou métodos geram impactos no usuário, entretanto, os resultados são percebidos imediatamente. Claudete afirma ainda que atualmente, a facilidade para trabalhar já é reconhecida por toda a equipe da Formitz, que têm o que eles realmente precisam e de maneira imediata.  

Postado por Redação em 09/12/2019 em Mercado