Encontre aqui seu Software

Busca simples


Busca Avançada

COMUNITE lança rede social entre empresas

Postado por Redação em 24/06/2020 em Notícias Tech

Em menos de quatro meses de operação, a startup anunciou que mais de 1.000 empresas já aderiram à plataforma

O COMUNITE, startup do setor de tecnologia, anunciou o lançamento da sua rede social entre empresas. É uma plataforma exclusivamente Business to Business (B2B) para as empresas que desejam apresentar seus produtos e serviços e gerarem negócios entre si.

O objetivo principal do COMUNITE é gerar negócios e qualquer empresa com CNPJ ativo pode participar. A companhia interessada, pode cadastrar quantos usuários desejar, fazer publicações, anunciar produtos e serviços, manter contato com o seu público-alvo, trocar mensagens com qualquer empresa, entre outras funcionalidades que tem como objetivo auxiliar no crescimento das empresas. Ainda de acordo com a startup, em breve também será possível realizar transações de compra e venda de produtos diretamente pela plataforma. 

“Quando idealizamos a plataforma, não imaginávamos estar vivendo em um cenário como o da pandemia. No entanto, o chamado “novo normal” virtualiza completamente as relações humanas e comerciais e participar de um ecossistema virtual como o COMUNITE é uma estratégia fundamental para as empresas”, explicou Eduardo Macito, CEO do COMUNITE.

As empresas se cadastram, se conectam e interagem gratuitamente. A monetização vem de publicidades ou da contratação de pacote de serviços pelas empresas, como ocorre em qualquer rede social.

“Importante ressaltar que o COMUNITE é uma plataforma de relacionamento entre as empresas e não deve ser utilizada somente para vender produtos e serviços, mas sim também para comprar produtos e serviços. Uma economia de 1% em compras pode gerar uma diferença significativa na rentabilidade da empresa”, complementa Eduardo Macito.

De acordo com a companhia, a expectativa é que até o final de 2020 mais de 50 mil empresas estejam fazendo negócios virtuais pelo COMUNITE. Em 2021, a plataforma será aberta para Américas e posteriormente para o restante do mundo. O objetivo, de acordo com o CEO da startup também é gerar negócios internacionais.

 

    

Postado por Redação em 24/06/2020 em Notícias Tech