Encontre aqui seu Software

Busca simples


Busca Avançada

IA: Um aliado para o varejo

Postado por Redação em 03/05/2019 em Notícias Tech

É possível integrar o uso do BI junto a sistemas de CRM para conseguir obter controle do processo comercial do...

É possível integrar o uso do BI junto a sistemas de CRM para conseguir obter controle do processo comercial do começo ao fim criando, a partir disso, a chamada “cadeia de inteligência do negócio”

O dia das mães se aproxima e se depender dos dados informados por pesquisas realizadas no ano passado, o comércio varejista tem alguns motivos para se procurar. Em 2018, as vendas cresceram 4% em relação ao mesmo período do ano passado. Os números são da Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito), que na época, havia declarado a falta de consistência do aumento. Mesmo assim, o uso da tecnologia está disponível para ajudar o empreendedor no momento de aumentar sua capacidade de venda.

Na prática, os recursos oferecidos pelo usos de plataformas como o o Business Intelligence, por exemplo, são capazes de proporcionar ao lojista dados importantes relacionados ao perfil do seu cliente. Com ele, o comerciante pode analisar os itens que mais venderam nos anos anteriores, qual ação de marketing mais impactou, de forma positiva, respostas nos consumidores, o que os clientes estão buscando em determinado ponto de venda, qual produto pode agradar mais o seu público-alvo, o que deve ser aproveitado do estoque e uma série de outras informações que podem ser utilizadas para construir uma estratégia de venda.

Na opinião de Ana Paula Thesing, CMO da BIMachine, empresa que desenvolve soluções de inteligência e análise de dados, o uso da tecnologia deve ser considerado um importante aliado nesse momento, para ajudar a equilibrar as relações entre oferta e procura. Ela declara que com a integração do BI junto a sistemas de CRM, o consumidor possa desenhar uma linha do tempo, que informa o passo a passo de seu processo comercial do início ao fim.

“O empresário precisa ter em mãos as ferramentas certas, capazes de monitorar todas as fases do negócio, desde a prospecção até o pós-venda, passando pelos processos complexos do ciclo de vida de produtos, estoque e, claro, dos serviços", comenta ela.

Ana Paula também indica quais são os pilares que os varejistas precisam identificar para movimentar o comércio dentro de um ecossistema das vendas. Segundo ela, é preciso saber quem são os clientes que geram maior lucro, para conseguir gerenciar as vendas de forma mais eficiente e optar pelas estratégias de marketing que realmente possam fazer diferença para o cliente final. Segundo a CMO, é isso que vai fazer com que o consumidor escolha uma loja em detrimento de seu concorrente.

Ana acredita que o Business Intelligence consegue garantir que o negócio atraia agilidade no carregamento de dados que podem potencializar as operações, além de obter informações relevantes para processos que acertem “em cheio” o consumidor final.

“Sem indicadores, não há como alavancar as vendas, e os processos irão se repetir, tantos os certos como os errados. E quem tem tempo para erros nesse mercado competitivo?", questiona. “Já sabemos que os consumidores são os mais interessados em conseguir produtos e preços melhores o tempo todo e a oferta é grande. Agora, a pergunta é: que empresa vai sobreviver com um estoque parado e cheio de mercadorias da coleção anterior, por exemplo? Que empresa vai vender mais sem fazer pedidos assertivos, sem tomar a decisão certa para seu ponto de venda?", conclui Ana. 

Postado por Redação em 03/05/2019 em Notícias Tech