Encontre aqui seu Software

Busca simples


Busca Avançada

Como empreender em 2021? Tendências e ideias de negócios

Postado por Paulo de Morais, sócio diretor da Razem Gestão Empresarial em 18/01/2021 em Artigos

Começar um negócio do zero pode não ser tão simples, mas é uma tendência crescente. E, mesmo em um ano desafiador, a vocação empreendedora dos brasileiros nunca esteve tão em alta.

Segundo a pesquisa GEM, realizada no Brasil com o apoio do Sebrae, um quarto da população adulta vai estar envolvida com seu próprio negócio até o final de 2020. Este é o maior patamar de empreendedores iniciais dos últimos 20 anos, com aproximadamente 25% da população adulta envolvida na abertura de um novo negócio ou com um negócio com até 3,5 anos de atividade.

Assim, estima-se que existam mais de 50 milhões de brasileiros à frente de alguma atividade empreendedora. Isso significa que o Brasil apresenta a 4ª maior taxa de empreendedorismo inicial, negócios de até 3,5 anos de existência, de 55 países onde a Pesquisa GEM foi aplicada. Os números são mesmo impressionantes e mostram que o brasileiro sabe como empreender, mesmo nos cenários mais complicados.

Mas, apenas ter uma boa ideia não quer dizer que o negócio vai dar certo. É preciso muita pesquisa, análise de tendências e da área em que se quer atuar, além do orçamento inicial. Após um ano desafiador, é muito importante criar um plano estratégico realista para empreender em 2021 e em qualquer outro ano.

Como empreender de forma mais certeira? Primeiro, é importante reconhecer em você mesmo o perfil para empreender em 2021. Ser empresário é muito diferente de ser funcionário. Esteja preparado para as tomadas de decisão que vão influenciar o seu negócio a curto, médio e longo prazo, tais como modelo de vendas, melhor escolha de produtos de acordo com o nicho de atuação, estratégias de prospecção de clientes e até mesmo quais as melhores tecnologias para investir.

Depois, é importante avaliar as tendências e os melhores segmentos para empreender em 2021. Entenda se sua ideia se encaixa neste cenário antes de investir esforços e dinheiro. 

A seguir, confira algumas dicas para quem está pensando em empreender em 2021.

Defina o seu objetivo: estabeleça o lugar que você deseja chegar com o seu negócio. Dessa forma, é mais fácil traçar metas concretas de como chegar lá. No início, foque no essencial para colocar a empresa em funcionamento e somente depois tome passos maiores.

Avalie o mercado: entenda o cenário e os concorrentes do nicho de atuação escolhido. Sem esse passo, fica ainda mais difícil prever o sucesso do negócio.

Entenda quem é o seu público: defina as suas “personas”. Dessa maneira, é possível trabalhar com um público-alvo de uma forma muito mais específica. Se você deseja vender um produto ou um serviço, é muito importante compreender quem vai se interessar por ele, e quanto eles estarão dispostos a pagar por isso.

Organize um plano de negócios: essa é a hora de detalhar as ações estratégicas, que devem envolver o custo da operação e a margem de lucro esperada. Planejar é uma atitude sensata, ainda mais para quem deseja empreender em 2021.

Ideias e tendências de negócios para 2021

E-commerces

Atuar no comércio on-line é uma ótima ideia, seja qual for o tamanho do negócio e a área de atuação. E os números de compras feitas pela internet são animadores para os empresários.

Um estudo do Movimento Compre&Confie em parceria com Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), apontou que o e-commerce brasileiro faturou 56,8% a mais de janeiro a agosto deste ano em relação ao mesmo período do ano passado, e atingiu a marca de R$ 41,92 bilhões.

Um dos principais benefícios do e-commerce é um custo relativamente menor de investimento inicial, considerando os custos de uma loja física, por exemplo. Claro que há o investimento em tecnologia e na boa experiência de compra do consumidor, mas é uma forma de colocar o negócio em funcionamento mais rapidamente.

Consumo sustentável

Outra tendência importante é o consumo sustentável. Muitos consumidores estão preferindo comprar de negócios que se preocupam com o impacto social e ambiental.

Assim, é crescente a escolha de produtos, serviços e empresas que colaboram para uma condição de vida ambientalmente adequada e socialmente justa. Invista na divulgação para um público nichado, ou seja, aquele que irá buscar o seu negócio com o objetivo de comprar de uma cadeia produtiva mais responsável e sustentável.

Produtos artesanais e personalizados

A ideia, neste caso, é que o consumidor deseja adquirir itens mais exclusivos e únicos. Por exemplo, um dos nichos de maior destaque no momento é o de cervejas artesanais. Mas, há muitos outros que funcionam muito bem dentro desta tendência, como moda e beleza, produtos para pets e itens de decoração.

Mercado de alimentação saudável

A busca por consumo de alimentos naturais na internet também é uma tendência e, por isso, uma boa ideia para empreender em 2021. Atualmente, há um maior número de consumidores que se preocupam com a saúde, além da crescente inclinação em saber de onde vem os alimentos que consomem, fortalecendo a tendência por comprar de negócios menores e que não utilizam produtos processados ou ultraprocessados.

Assim, a tendência é dar preferência por alimentos mais naturais, mais saudáveis e que podem fortalecer o sistema imunológico. Neste nicho, é possível investir em alimentação vegetariana ou vegana, fitness, sem glúten ou orgânica, sempre procurando se diferenciar do que já há por aí.

Neste texto, mostrei algumas dicas importantes para empreender em 2021, assim como boas ideias e tendências que têm bastante potencial para dar certo. Se você se identificou com alguma delas, planeje, persista e siga em frente!

Postado por Paulo de Morais, sócio diretor da Razem Gestão Empresarial em 18/01/2021 em Artigos