Encontre aqui seu Software

Busca simples


Busca Avançada

Clickspace é adquirida pelo Olist

Postado por Redação em 02/12/2020 em Notícias Tech

Após conclusão da venda, que acontece em cenário aquecido para Marketplaces, a equipe da Clickspace será integrada à compradora

A venda ocorre após o processo de aceleração da WOW, que apoiou a startup no desenvolvimento de novos produtos, refinamento de processos e ampliação de seu relacionamento no mercado.

A WOW, aceleradora independente brasileira, informou que a startup Clickspace, especializada em soluções para marketplaces e comércio via redes sociais, uma de suas aceleradas, foi adquirida pelo Olist, plataforma que ajuda pequenos negócios a comercializarem pela internet, ligada ao fundo japonês SoftBank. 

A venda ocorre após o processo de aceleração da WOW, que apoiou a startup no desenvolvimento de novos produtos, refinamento de processos e ampliação de seu relacionamento no mercado. 

Desde a sua fundação em 2013, a WOW já realizou 17 rodadas de aceleração, com 92 startups selecionadas de diversos setores e modelos de negócio. 

“Foi um período muito importante para nossa profissionalização. As capacitações da WOW nos deram um crescimento relevante”, contou Luís Victor Quintas, fundador e CEO da Clickspace. “Estamos unindo forças com uma empresa que admiro muito. Temos muita sinergia com o Olist e agora vamos juntos expandir e desenvolver os produtos da Clickspace”, complementa o executivo, que se juntará à equipe do Olist junto com o time de desenvolvedores. 

A Clickspace oferece soluções SaaS que vão de gerenciamento de sellers e gestão de repasses a controle de catálogo e  integração com ERP, além de suporte para logística personalizada e painéis personalizados, e está conectada com as principais plataformas de e-commerce do mercado, como VTEX, Oracle Cloud Commerce, Magento e Shopify.

“Como têm soluções complementares, a Clickspace e o Olist ganham musculatura para se expandirem e desenvolverem novos produtos. A saída da Clickspace acontece em um bom momento do comércio eletrônico brasileiro e, em especial, dos marketplaces.”, afirmou André Ghignatti, CEO da WOW Aceleradora. 

De acordo com a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), 45% dos R$ 117 bilhões que o e-commerce brasileiro deve faturar em 2020 virão dos marketplaces, enquanto há três anos a parcela foi de 24%.

“Participamos da criação da Clickspace e pudemos acompanhar todo o trabalho do Luís, que é um visionário. Naquela época, o termo marketplace era bem pouco conhecido e ele já falava com muita propriedade sobre isso”, complementou Natan Sztamfater, fundador da Aimorés Investimentos, fundo que também aportou recursos na Clickspace.

 

Postado por Redação em 02/12/2020 em Notícias Tech

Para tornar sua experiência mais agradável usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o Portal ERP. Acesse nosso 'Termos de Uso e Política de Privacidade' para saber mais. Ao clicar em 'Aceitar', você consente com a otimização do site pelo uso de cookies.