Varejo em alta em 2018: redes devem se preparar para a retomada do setor

Postado por em em Artigos
  • Tamanho da fonte: Maior Menor
  • Acessos: 2056
  • Increver-se para receber atualizações

Artigo Varejo Portal ERP

O mercado varejista do Brasil deve crescer em 2018. Empresários estão otimistas com o reaquecimento do varejo e consumidores têm boas expectativas de compras.

Depois de dois anos de forte retração, o mercado varejista começa a dar sinais de recuperação com o reaquecimento da economia do país.

A perspectiva do ramo varejista no Brasil para este ano é positiva – é o que destaco nos dados a seguir. O momento é ideal para os varejistas investirem em tecnologia e inovação, como forma de sair à frente da concorrência.

O setor fechou 2017 com alta de 2 por cento, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) depois de contrações de 4,3 e 6,2 por cento em 2015 e 2016, respectivamente. No varejo ampliado, que inclui o ramo de material de construção, por exemplo, as vendas fecharam 2017 com alta de 4 por cento. Conforme as pesquisas do IBGE, o aumento das vendas foi de 5,4% no setor de vestuário e calçados, 3,8% em veículos e peças, 2,2% em móveis e eletrodomésticos.

O Índice de Intenção de consumo das Famílias (ICF), apurado pela Confederação Nacional do Comércio de Bens e Serviços e Turismo (CNC), registrou 87.1 pontos em fevereiro, elevação de 4,2% em relação a janeiro. Comparando-se com fevereiro de 2017, o índice avançou 13%. 

O Produto Interno Bruto (PIB – conjunto da produção de bens e serviços do país) cresceu 1% em 2017, após dois anos seguidos de retração, como estima o Instituto Brasileiro de Economia, da Fundação Getúlio Vargas (Ibre/FGV), por meio do Monitor PIB.

O volume de crédito disponível começa a dar sinais de melhora, impulsionada pela redução da taxa Selic, hoje em 6,75% e pela queda dos níveis de inadimplência dos bancos.  Isto deverá impactar positivamente nos itens de maior valor agregado que precisam de algum tipo de financiamento. 

AS vendas do comércio começaram o ano perto da estabilidade, com saldo positivo de 0,2% segundo o Indicador Movimento do Comércio da Boa Vista SCPC.

Preparar para a o crescimento

Depois de um período difícil para as vendas, 2018 traz boas expectativas para o comércio. Agora é a hora dos varejistas se prepararem para a demanda que vai chegar. Investir em tecnologia e inovação vai garantir melhores desempenho de processos no negócio, produtividade e lucratividade. O prazo está se encerrando! Participe da pesquisa Panorama Mercado de ERP Brasil 2017 e concorra a um iPad Mini. Você vai levar 3 minutos! 

Os executivos de redes de varejo devem prever a retomada do consumo neste ano e dar um passo à frente para abocanhar as vendas do comércio – que podem aumentar 3,7% segundo a Confederação Nacional do Comércio. Terá sucesso quem estiver com uma operação ajustada para comandar o varejo de sua rede, com integração entre as áreas, por exemplo.

Compre seu ingresso para o ERP Summit!

Uma maior capacidade de força de vendas, com um controle adequado do estoque garantindo entregas e menores custo, aliados à agilidade de crédito e velocidade de faturamento somados à uma gestão financeira automatizada e uma administração eficiente serão imprescindíveis para o novo momento do varejo no país – e que os varejistas devem priorizar. Em especial, tecnologias que possam ajudar ao crescimento da empresa como controle de estoques, motor de promoções e recomendações inteligentes de produto

Avalie esta postagem:
3
  • Nenhum comentário encontrado

Deixar seu comentário

Postar comentário

0 Restrição de Caracter
Seu texto deve ter mais de 10 caracteres
Seus componente estão sujeitos a moderação do administrador.

Cadastre seu e-mail * e receba nossa newsletter

iX Tecnologia e Educação Ltda. Todos os direitos reservados. Powered by por Oibê.