Encontre aqui seu Software

Busca simples


Busca Avançada

AWS EdStart chega ao Brasil

Postado por Redação em 28/06/2019 em Notícias Tech

A AWS anunciou a chegada do programa que financia startups de educação

As declarações foram concedidas durante coletiva no AWS Summit 2019

A Amazon Web Services (AWS) anunciou, durante a realização do AWS Summit 2019, o lançamento do programa AWS EdStart para o Brasil.

Vale a ressalva de que embora o programa tenha chegado somente agora no país, a oferta está em funcionamento global há 2 anos e desde então já atuou em 31 países ajudando um total de 300 startups.

O objetivo principal do AWS EdStart é promover a aceleração de startups que atuam com foco no desenvolvimento de tecnologias voltadas para o setor educacional. Na prática, a AWS fornece acesso a nuvem para os projetos selecionados. Segundo a companhia, atualmente o valor investido em créditos para as instituições que integram a lista do EdStart globalmente já atingiu US$ 2 milhões.

Em entrevista concedida a imprensa, durante a realização do evento, Paulo Cunha, country manager para o setor público da AWS no Brasil, declarou que além dos créditos oferecidos pela AWS, o EdStart também proporciona treinamentos técnicos e mentoria para as empresas selecionadas. Contudo, para conseguir participar do projeto, os interessados não podem ter mais de 5 anos de atuação no mercado e devem informar uma receita anual inferior a US$ 10 milhões.

Quer saber qual o cenário atual do mercado de ERP no Brasil? Faça o download da nossa pesquisa 2017/2018 e confira!

"A AWS trabalha diretamente com uma comunidade de pessoas e organizações dispostas a buscar soluções que resolvam os problemas globais de educação. É um mercado com anseios pela transformação digital e por tecnologias como machine learning, inteligência artificial, big data e segurança de dados.", declarou Paulo.

Segundo a companhia, o programa foi projetado para auxiliar e incentivar o processo de captação de recursos para que as startups, que estão começando a se inserir no mercado, possam se desenvolver e expandir sua atuação no setor que desejarem. Paulo disse ainda que os participantes desse projeto, podem permanecer pelo tempo que quiserem no EdStart, uma vez que a empresa compreende que o fundamental para gerar um bom processo de inovação é baseado na troca de ideias e experiências.

Foto: Paulo Cunha (Country manager para o setor público da AWS, Brasil) 

Postado por Redação em 28/06/2019 em Notícias Tech