Liderança disruptiva na 4ª Revolução Industrial

Postado por em em Artigos
  • Tamanho da fonte: Maior Menor
  • Acessos: 405
  • Increver-se para receber atualizações

Artigo Revolução Industrial Portal ERP

Muito tem-se falado sobre a quarta revolução industrial, a radical transformação regada à inteligência artificial, robôs assistentes, sistemas de gestão ciberfísicos, tecnologias digitais cloud e mobile, com a essência focal na experiência do consumidor final. 

A insana velocidade tecnológica que impulsiona a quarta revolução torna claro e vital a preparação das empresas nessa jornada - Não está preparado ou não se adequou? Está fora!

A preocupação com o tema é tanta que a sentença ocupa a tempos um dos primeiros lugares no ranking de buscas na internet.

"Estamos a bordo de uma revolução tecnológica que transformará fundamentalmente a forma como vivemos, trabalhamos e nos relacionamos. Em sua escala, alcance e complexidade, a transformação será diferente de qualquer coisa que o ser humano tenha experimentado antes", disse Klaus Schwab, autor do livro A Quarta Revolução Industrial, publicado este ano.

Como então ser um líder nesta 4º revolução e colocar a sua empresa na liderança?

Na primeira REVOLUÇÃO (1750), a informação, até então, dobrava a cada 150 ANOS. Na segunda (1850), a cada 50 ANOS. A terceira onda, iniciada em 1950, dobrava a cada 10 ANOS. Agora? Na quarta onda, dobra a cada 2 ANOS e, com perspectivas de a partir de 2020 dobrar a cada 73 dias! 

Atualmente, as coisas estão muito mais caóticas. Incertezas e expectativas muito maiores e certezas menores.

O Sucesso daqui para frente, vem do FAZER e APRENDER FAZENDO e dificilmente chegaremos à “perfeição” pois as coisas estão sempre mudando, e quando estivermos dominando algo, provavelmente, teremos que aprender algo novo, partindo do zero.

Por isso, daqui para frente, planejamento estratégico como conhecemos e performance, não terão mais relação. Como planejar o “desconhecido”?   

As pessoas necessitam ter senso de dono, improvisar, buscar, agir, inventar, sobreviver e pensar sempre como fazer mais, melhor, mais rápido e com menos custo. Por isso, o papel dos líderes é desafiá-las constantemente nisso!!!!! 

1. CRIE UM FORTE Propósito (sentido, motivo, por que e, para que).

Daqui para frente, passaremos por um processo constante de mudanças onde aprender e reaprender será algo fundamental e quem conseguir se adaptar mais, melhor e mais rápido, gastando menos, terá uma enorme vantagem competitiva. 

2. DESENVOLVA A CULTURA DA CONFIANÇA

Empresas onde falta confiança entre os membros jamais se tornarão organizações de alta performance nesta 4º revolução, pois nelas as pessoas deixam de se envolver de verdade, ficam com receio de trazer ideias e sentem-se muitas vezes usadas, extorquidas, como se a organização não desse os devidos créditos a sua atuação, talentos e inteligência. Nelas a contribuição é fraca, o ambiente é disfuncional e a cultura envenenada.

Lideres devem tornar o relacionamento e a comunicação em algo aberto e transparente, fácil, praticada a qualquer hora e sem julgamentos ou emoção envolvida. 

3.  CRIE OBJETIVOS MOONSHOT!

Termo emprestado do literal “vôo à Lua” (em tradução livre), é usado para qualificar projetos de tecnologia que, basicamente, pretendem resolver um enorme problema, usando soluções radicais e extremamente inovadoras.

Projetos Moonshot objetivam melhorias de 10x contra os 10% comumente utilizados. Isso ajudará as pessoas a pensarem fora da caixa. Pois para fazer algo tão fora de parâmetros, tão radical, disruptivo, só mesmo pensando em soluções radicais e disruptivas.

4. IGNORE OS ESPECIALISTAS.

Em geral, os “especialistas” CONSEGUEM matar grandes inovações. Quanto mais especialista, maior dificuldade de resolver NOVOS problemas ou achar NOVAS soluções. Os especialistas pensam de forma linear e voltado ao passado, ou presente, referente ao que conhecem ou conseguem ver (apenas incrementos de 10 a 20% a frente). 

Lideres disruptivos, devem acreditar que o fato de não sabermos como fazer, não quer dizer que é impossível. Ou seja, descobrir, inventar, criar uma nova forma de fazer é a grande chave do jogo. 

Com isso, lideres devem ser persistentes, corajosos, arrojados, ágeis, e acima de tudo, possuir uma “crença” (acreditar) inabalável, buscando constantemente antecipar o futuro. 

5. SEMPRE PENSAR COMO FAZER AGORA, SEM DINHEIRO OU RECURSOS “IDEAIS”.

Lideres disruptivos, devem entender que mais recurso não é igual mais performance. Empresas falham mesmo cheia de recursos. Mais recurso, os pensamentos ficam ofuscados e o desperdiço é inevitável.

6. LIDERES TERÃO QUE APRENDER A ATUAR MUITAS VEZES sem um “plano” exato.

ISSO mesmo. Atuar sem um plano exato pode ser o “plano” e funcionar melhor.  

Tempo e dinheiro são recursos escassos e valiosos para empreendedores, e desperdiçá-los na construção de um produto que não resolve um problema, baseado apenas em intuição, pode ser um tiro de canhão no pé.

Para isso, FOQUE em desenvolver pequenos MVPs (mínimo produto viável) para fazer pequenos testes rápidos e validar suas hipóteses, pois, determinará o próximo passo, aquele que você ainda não sabe ou imagina. 

7. ACREDITE!!!

Com a internet e a velocidade do conhecimento, o que não era possível de ser realizado ontem, existe grande probabilidade de ser hoje. 

Não desista, não deixe de aprender coisas novas. Não foque apenas em seu setor ou área de atuação. Quando mais você conhecer de outras áreas, nichos de mercado e principalmente TECNOLOGIAS, mais fácil será chegar onde você quer. 

Avalie esta postagem:
6
  • Nenhum comentário encontrado

Deixar seu comentário

Postar comentário

0 Restrição de Caracter
Seu texto deve ter mais de 10 caracteres
Seus componente estão sujeitos a moderação do administrador.

Cadastre seu e-mail * e receba nossa newsletter

iX Tecnologia e Educação Ltda. Todos os direitos reservados. Powered by por Oibê.