Encontre aqui seu Software

Busca simples


Busca Avançada

Red Hat anuncia próxima plataforma de Kurbernets

Postado por

Caren Godoy

em 08/05/2019 em Notícias Tech

O Red Hat OpenShift 4, faz parte da próxima geração da plataforma de Kurbernets empresariais. A nova ferramenta foi reformulada e...

O Red Hat OpenShift 4, faz parte da próxima geração da plataforma de Kurbernets empresariais. A nova ferramenta foi reformulada e projetada para entregar uma experiência nos moldes de cloud por todo o ambiente da cloud híbrida, oferecendo em todos os locais, atualizações automáticas em implantações Kurbenets

A Multinacional fornecedora de soluções open source, acredita que a nova atualização deve criar uma base mais segura e consistente que suporte cargas mais modernas de trabalho, que surgem diariamente na Cloud. Segundo a empresa, mais de mil companhias incluindo a brasileira Via Varejo, utilizam o OpenShift com o objetivo de acelerar o desenvolvimento e entregas de aplicações.

Projetado para diversos ambientes, o Red Hat OpenShift 4 marca o início da próxima era do padrão Kubernetes que foca em automatizar e operacionalizar as melhores práticas de aplicações modernas. A plataforma opera como uma experiência de cloud unificada para o mundo híbrido e permite uma abordagem que privilegia a automação.

A pesquisa realizada pela consultoria IDC, revelou que 90% das organizações globais pretendem adotar estratégias multicloud até 2020. Pensando em atender essa demanda o Red Hat OpenShift4 simplifica as implementações híbridas e multicloud com o objetivo de acelerar a forma como as organizações de TI adotam novas aplicações, para conseguir se destacar no mercado.

O que a nova atualização possibilita para mercado

Além de permitir a instalação de full stack agilizada, com um processo automatizado, que busca facilitar a utilização do Kubernetes empresarial mais rapidamente. O Red Hat OpenShift também oferece adaptabilidade e suporte heterogêneo para fornecedores de cloud pública, como por exemplo: Alibaba, Amazon Web Services (AWS), Google Cloud, IBM Cloud, Microsoft Azure, e tecnologias de cloud privadas, como OpenStack, plataformas de virtualização e servidores bare-metal.

A solução introduz o Red Hat Enterprise Linux CoreOS, variante específica do Red Hat Enterprise Linux embutida em sua plataforma atualizada. Com o Enterprise Linux CoreOS se torna possível oferecer distribuições de sistema operacional Linux otimizada para containers, para as empresas que estiverem implantando o Kurbenets em nível empresarial.

Para Ashesh Badani, vice-presidente sênior de Plataformas de Cloud da Red Hat, o futuro da TI empresarial já é guiado pela computação híbrida e multicloud. Para ajudar as empresas a atravessarem esse processo, o Kubernetes atua como uma ponte que conecta cargas de trabalho entre datacenters on-premise e estruturas de cloud públicas.

“O Red Hat OpenShift 4 torna esta visão do Kubernetes uma realidade, oferecendo uma plataforma autogerida e consistente, que abrange a cloud híbrida. O OpenShift 4 guia a produtividade dos desenvolvedores, ao mesmo tempo em que limita as complexidades operacionais com automação nativa, fornecendo uma plataforma que combina agilidade com a inovação nativa em cloud”, declarou Ashesh.

Postado por

Caren Godoy

em 08/05/2019 em Notícias Tech