Encontre aqui seu Software

Busca simples


Busca Avançada

Confecção de roupas infantis melhora procedimentos com ERP

Postado por

Fátima Costa

em 03/02/2017 em Mercado

Atualmente, a Paraíso tem 600 funcionários em cinco unidades fabris, todas no Paraná, mas já iniciou seu processo de exportação...

Atualmente, a Paraíso tem 600 funcionários em cinco unidades fabris, todas no Paraná, mas já iniciou seu processo de exportação e seus produtos estão à venda nos EUA, além de outros países pilotos. Os produtos são voltados para crianças de zero a três anos.

De forma orgânica, a confecção foi aumentando o mix de produtos e expandindo sua atuação para outras regiões, por meio de representantes. Esse crescimento foi o principal fator para que a indústria procurasse por um sistema de gestão

?Antes, eram necessários vários procedimentos manuais ou até mesmo etapas dependentes de outras ações dentro do sistema. Conseguimos alcançar um ganho de melhoria na produtividade dos usuários, além da adoção de novos progressos na fábrica, como a criação de mini setores e a possibilidade de gestão das informações da produção nestes setores?, diz Rafael Carvalho, diretor comercial da Paraíso Moda Bebê.

Hoje, a produção é baseada nos pedidos dos representantes, e tudo isso é controlado pelo sistema da TOTVS, englobando todas as características únicas do segmento. 

25 de Abril de 2O17 será o dia do maior evento do mercado de ERP do Brasil. Participe!

A empresa pode, por exemplo, por meio da ferramenta Solicitação de Protótipo de Amostra, desenvolvida especificamente para esse mercado, estudar um novo produto, do desenvolvimento à precificação, antes mesmo de optar por produzi-lo.

Com esse estudo, a Paraíso consegue saber o tempo que levará para confeccionar um item, quanta matéria prima será necessária, avalia se o produto é viável e decide por lançá-lo ? e então todas essas informações já estão cadastradas no ERP ? ou não.

A Paraíso divide seu processo produtivo em três fases: inicial ? quando a matéria prima é recebida, analisada e cortada; preparação ? quando o produto é bordado, costurado, lavado, dependendo do tipo; e acabamento. Todas essas são controladas por meio da tecnologia, que rastreia desde a entrada dos insumos até cada etapa de produção, que pode envolver outras unidades da própria empresa e parceiros terceiros. 

?Pela ordem de cada serviço, conseguimos controlar onde o produto está, o prazo para ir para a próxima fase e até mesmo fazer um follow-up no parceiro, se necessário?, explica Carvalho.

A inovação mais recente na metodologia da companhia foi a adoção da Força de Vendas. Tratase de um e-commerce, também da TOTVS, direcionado aos representantes totalmente integrado ao ERP.

Pela tecnologia, a Paraíso eliminou gargalos e rupturas, uma vez que os pedidos foram automatizados e o risco de vender mais do que a capacidade produtiva foi completamente eliminado.

Por ter aderido ao sistema de gestão na nuvem, os executivos da confecção têm acesso às informações a qualquer hora, de qualquer dispositivo móvel, mesmo em viagens internacionais.

Hoje, são 150 identidades cadastradas na ferramenta, cada uma com um perfil configurado para sua atuação dentro da companhia. ?A solução da TOTVS chamou nossa atenção por se adequar automaticamente às normas e leis impostas pelo estado, gerando novas atualizações semanalmente com a possibilidade do cliente se enquadrar em uma possível implantação, tudo isso via mobile?, conta Carvalho.

Para Ronan Maia, vice-presidente de Consumer da TOTVS, automatizar processos e integrar toda a cadeia, do fornecedor ao representante, são premissas básicas para proporcionar aos clientes maior competitividade. 

?Quanto mais alinharmos as necessidades dos clientes às ofertas, disponibilizaremos melhores condições para que eles sejam mais competitivos. A Paraíso é um exemplo disso, ao aderir a uma gestão assegurada por um sistema que minimiza riscos e falhas, conquistou tempo e tranquilidade para tocar o plano de expansão da empresa?. 

Interessa bater a meta de vendas e negócios em 2017? Clique aqui!

Fonte: Redação

Faça como mais de 48 mil profissionais e assine a nossa newsletter!

Postado por

Fátima Costa

em 03/02/2017 em Mercado