Encontre aqui seu Software

Busca simples


Busca Avançada

CERTI investe em projeto de blockchain

Postado por Redação em 23/05/2019 em Notícias Tech

Blockchain Explorer pode ser aplicada a segmentos como segurança alimentar, propriedade intelectual e setor elétrico

Blockchain Explorer é o primeiro produto desenvolvido pela CERTI. A companhia pretende abordar o tema de aplicações práticas da tecnologia blockchain em diferentes setores. Além do setor financeiro, pelo qual se tornou conhecida, a plataforma também poderá ser aplicada nos segmentos de segurança alimentar, propriedade intelectual e no setor elétrico

O produto considerado como "de prateleira", já pode ser encontrado e contratado via internet. A instituição conhecida pelo seu trabalho, com o desenvolvimento de tecnologias e inovação, aposta agora em um outro produto, desenvolvido para empresas ou setores de todos os portes. Através do uso de sua expertise em metodologia de análise para a produção de tecnologia, a CERTI irá desenvolver um protótipo usando blockchain para o cliente, identificando e adequando a tecnologia às necessidades pontuais de cada um.

"A ideia é levar entendimento sobre blockchain por meio de workshops, desmistificando essa inovação e incentivando os tomadores de decisão a pensarem quais são as melhores soluções de blockchain para eles.", declarou José Lacerda, estrategista em blockchain da fundação CERTI.

Um exemplo, dado pela fundação, de aplicação da tecnologia de blockchain é a descentralização da troca entre produtores e consumidores de energia elétrica a partir de fontes renováveis, como energia solar. A experiência está sendo realizada na Espanha e incentiva pessoas que possuem sistemas de energia solar em suas residências a venderem o excesso de energia para a rede de distribuição.

Com o uso do blockchain, elas poderão revender o excedente para redes ainda maiores e ganhar créditos com isso, uma vez que, a inovação pode ser utilizada para fazer a diferenciação entre a energia consumida na residência e a energia produzida pela mesma unidade. Outras possibilidades são rastreabilidade e certificação de ponta a ponta para cadeias de suprimentos e segurança alimentar, por exemplo.

A CERTI ressalta também que, o projeto inclui dinâmicas de ideação, design thinking e análise comparativa de soluções. O próximo passo é o desenvolvimento de um protótipo, que poderá ser contratado e produzido em parceria com a CERTI, dando origem a um protótipo com demandas específicas de cada empresa.

 Foto: Fundação CERTI

 

Postado por Redação em 23/05/2019 em Notícias Tech