Encontre aqui seu Software

Busca simples


Busca Avançada

Dobra número de mulheres que trabalham em TI

Postado por Redação em 29/04/2019 em Notícias Tech

Um estudo realizado pela Softex em parceria com a Secretaria de Empreendedorismo do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações...

Um estudo realizado pela Softex em parceria com a Secretaria de Empreendedorismo do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC),apontou, contudo, uma queda na participação das mulheres no setor de TI no Brasil

Os dados utilizados para a realização da pesquisa, foram coletados entre os anos de 2007 e 2017, durante a primeira edição da pesquisa, “Mulheres na TI – Atuação da mulher no mercado formal de trabalho brasileiro em Tecnologia da Informação”. O levantamento traçou um perfil dos trabalhadores e analisou as seguintes informações : evolução da participação no mercado por gênero, média salarial entre os sexos,  ocupação dos cargos e a valorização por regiões e escolaridade.

A pesquisa mostrou que apesar da quantidade de mulheres que atua no setor de TI, ter quase dobrado em 10 anos, subindo de 21.253 para 40.492, o aumento de 144% na participação dos homens foi muito mais abrangente. Durante o estudo, o número de trabalhadores masculinos subiu de 67.106 para 163.685. Para o setor de Core TI, a pesquisa apontou uma queda de 4% na participação feminina

No mercado conhecido como TI In-House, que leva em conta demais setores que não se enquadram como áreas tipicamente relacionadas ao TI, o cenário não sofreu grandes alterações. O estudo constatou que embora a quantidade de mulheres, trabalhando nessa área , tenha aumentado 29% em 10 anos, passando de 47.454 para 61.420, o mercado de trabalho comportou um aumento de 60% nas vagas disponibilizadas para os homens. Em 2010 esse número era de 155.558 e em 2017 chegou a 249.008 vagas. Desta forma, a participação feminina no segmento caiu de 23% para 20% neste período.

Remuneração

Em relação a remuneração salarial, os homens também mantiveram a liderança durante a realização do estudo. Para essa análise, o setor utilizado também foi o Core TI. A pesquisa constatou que em 2007, a média salarial dos homens era de 5,34% a mais do que as mulheres. Ao final do estudo, em 2017 essa porcentagem atingiu a marca de 11,05%.

Postado por Redação em 29/04/2019 em Notícias Tech

Para tornar sua experiência mais agradável usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o Portal ERP. Acesse nosso 'Termos de Uso e Política de Privacidade' para saber mais. Ao clicar em 'Aceitar', você consente com a otimização do site pelo uso de cookies.