Busca

filtros avançados

Avalara amplia parceria com SAP

Avalara Portal ERP

Companhia passa a integrar serviço de cálculo de impostos na nuvem ao S/4HANA.

Clientes do S/4HANA Cloud podem também utilizar a ferramenta de determinação e cálculo de impostos nos processos do backend.

A Avalara anuncia a ampliação da sua parceria com a SAP para a implementação do modelo de integração de serviço de cálculo de impostos na nuvem SAP. Segundo a empresa, a partir de agora, clientes que adotem o S/4HANA Cloud podem também utilizar a ferramenta da Avalara de determinação e cálculo de impostos nos processos do backend ? tipicamente compras, vendas, faturamento e atividades correlatas.

De acordo com a desenvolvedora, a ideia surgiu no início deste ano, com a parceria de co-inovação por meio do SAP Co-Innovation Lab para integração do serviço SAP Localization Hub Tax Service com o motor de cálculo de impostos Avalara na plataforma Cloud da SAP. Com resultado positivo, as empresas expandiram a aliança de forma a melhorar o suporte aos clientes que utilizam o novo serviço pelo PartnerEdge-Integrate.

?Estamos muito satisfeitos com a evolução dessa parceria. Nossos clientes terão mais agilidade no tempo de implementação na nuvem SAP e ainda vão contar com a garantia de manutenção, suporte e assistência padronizados pela SAP e Avalara, tendo o melhor serviço prestado de ?dois mundos??, afirma Leonardo Nogueira, Diretor de Engenharia de Conectores da Avalara Brasil.

Otimize o uso do seu ERP agora!

A empresa destaca que ao contrário de outras versões do ERP SAP, nas quais o cliente era responsável por todas as atualizações de conteúdo tributário, no S/4HANA Cloud toda a determinação e cálculo de impostos é feita pelos serviços integrados de parceiros, como a Avalara. 

?Somos parceiros globais no desenvolvimento de soluções para as mais diversas plataformas SAP. A integração com o SAP Localization Hub Tax Service garante aos clientes das duas empresas uma solução robusta, aderente e constantemente atualizada para as particularidades fiscais e tributárias do mercado brasileiro?, ressalta Leonardo.

Fonte: Redação

Faça como mais de 54 mil profissionais e assine a nossa newsletter!