Encontre aqui seu Software

Busca simples


Busca Avançada

Alterdata Software projeta alta em faturamento para 2020

Postado por Redação em 21/09/2020 em Notícias

Companhia espera que a adoção de medidas estruturantes, planejamento e reação organizacional podem garantir alta de 5% no faturamento até o final do ano  

A Alterdata, empresa especialista no desenvolvimento de software de gestão empresarial,  anunciou que após a implantação de novos serviços, produtos, métodos de venda e dinâmicas de gestão, encerrou o segundo quadrimestre com indicadores positivos. 

Segundo o mais recente balanço interno da empresa, quando comparado aos números fechados em agosto deste ano, o crescimento da companhia teve alta de 4,29% em relação ao ano anterior, com uma previsão de atingir R$192 milhões de faturamento. Também de acordo com a companhia, o resultado indica um crescimento menos intenso quando comparado aos números que, em geral, são registrados na Alterdata.

Ainda assim, a presidência informou que o percentual de crescimento deve melhorar até o final do ano, já que a economia está retomando com velocidade, fato que pode resultar em novos clientes para a empresa. Para que isso acontecesse, presidência e diretoria entenderam que era o momento de desconstruir o que fosse necessário para amenizar os reflexos da crise, e três pilares foram estabelecidos.

“Primeiro, precisávamos proteger o caixa, ou seja, era necessário criar uma estrutura de proteção. A Alterdata sempre teve um colchão financeiro para adversidades como estas, e neste momento isso foi fundamental. Em segundo vinha a proteção aos nossos clientes e para isso foi criado um comitê financeiro para ajudar ao máximo com concessões, contratos prorrogados e negociações. E por fim, a proteção aos Alterdatanos. Criamos uma estrutura de aproximação com todos para dar a segurança que a alta gestão estava trabalhando pesadamente e para que fossem afetados o menos possível.”, explicou Ladmir Carvalho, CEO da Alterdata. 

Ainda de acordo com a empresa, também foi necessário adotar medidas estruturais para reinventar a formato operacional, já que as novas regras do mercado exigiram novos comportamentos e métodos da gestão. Comitês de crise promoveram alterações em diversos setores, como o de suporte, por exemplo, onde novos padrões de funcionamento para operar a distância tiveram de ser criados, uma vez que todos estavam em home office.

O Desenvolvimento precisou ser acelerado em relação a modificações que já estavam sendo feitas. Foi necessário, por exemplo, montar um comitê de crise financeira, pois de março a julho a Alterdata informou a maior perda histórica de clientes por falência. O setor de RH, também precisou retroceder e cerca de 8% de funcionários foram demitidos para garantir a estabilidade da organização e proteção dos demais colaboradores.

“Era importante não ter ociosidade num momento de escassez, e a equipe comercial que havia sido recém contratada estava completamente parada, bem como o volume de suporte dos clientes do varejo caiu 74%, gerando assim um contingente enorme de profissionais ociosos.”

Salientou Ladmir, reforçando de que apesar disso a empresa voltou a contratar em julho, inclusive optando por recontratar vários dos colaboradores que haviam sido demitidos.

“Este ano de 2020 entrará para a história de muitas empresas como um ano duro, difícil e complexo, mas para a Alterdata também entrará como um ano que ficou mais claro ainda o poder de reinvenção da nossa empresa. O quanto é importante ter a capacidade de dar a volta por cima e criar caminhos para continuar a crescer.”, complementou o CEO. 

 

Postado por Redação em 21/09/2020 em Notícias