Encontre aqui seu Software

Busca simples


Busca Avançada

Tesouro Nacional usa ciência de dados para análise e proposições em gastos públicos

Postado por Redação em 12/08/2020 em Mercado

Observatório Legislativo desenvolvido pelo Serpro usa inteligência artificial para selecionar propostas do Congresso Nacional de interesse da STN

O sistema utiliza Inteligência Artificial para selecionar novas proposições da Câmara dos Deputados e do Senado Federal que tenham impacto fiscal nos gastos públicos do país.

Com o objetivo de aprimorar o planejamento e a análise do risco fiscal nos gastos públicos para a implementação de políticas que permitam a retomada do crescimento econômico, a Secretaria do Tesouro Nacional (STN), em parceria com o Serpro, empresa de TI do Governo Federal, desenvolveram o Observatório Legislativo.

O sistema utiliza Inteligência Artificial para selecionar novas proposições da Câmara dos Deputados e do Senado Federal que tenham impacto fiscal nos gastos públicos do país.

De acordo com Viviane Aparecida da Silva Varga, chefe da Assessoria da STN, o Observatório Legislativo é a ferramenta tecnológica que vai ajudar na atuação proativa da STN sobre os projetos que tramitam no Congresso Nacional.

“A partir da coleta das proposições que envolvem assuntos de interesse do Tesouro no nascimento dos projetos nas casas legislativas, teremos melhor condição de analisar e atuar, auxiliando na construção de políticas públicas que estejam alinhadas com os valores do Tesouro Nacional.”, afirmou a executiva.

Ainda de acordo com a executiva, muitas proposições legislativas produzidas no Congresso Nacional, como projetos de lei, emendas constitucionais, medidas provisórias, possuem impacto fiscal, aumentando ou reduzindo gastos e arrecadações do Governo Federal. Desse modo, o Observatório Legislativo vai permitir que o Tesouro Nacional ganhe agilidade na interação com o Congresso Nacional e a tome conhecimento com antecedência dessas proposições para poder cumprir sua missão.

O desenvolvimento do sistema inteligente Observatório Legislativo envolveu diversas áreas do Serpro

Marcelo Pita, líder técnico do desenvolvimento em IA do projeto no Serpro, explicou que o software coleta novas proposições legislativas e, usando técnicas de IA, no domínio de processamento de linguagem natural, indica quais delas são do interesse da STN, as similares já analisadas pelo órgão, os seus assuntos dominantes e, ainda, as coordenações do Tesouro mais adequadas para tratá-las.

“Desenvolvemos mais de uma dezena de modelos de IA usando diferentes paradigmas de aprendizagem de máquina, todos integrados com rotinas que acessam APIs da Câmara, Senado e STN. Sistemas inteligentes efetivos, a exemplo do Observatório Legislativo, dependem fundamentalmente de dados de qualidade para serem treinados. Desafio esse que foi superado com a excelente interação e colaboração das equipes do STN e Serpro.”, revelou Marcelo.

O desenvolvimento do sistema inteligente Observatório Legislativo envolveu diversas áreas do Serpro, como o Centro de Excelência em IA e Analytics da Superintendência de Soluções Analíticas e Inteligência Artificial, o Domínio Finanças Públicas da Superintendência de Digitalização de Governo, a Superintendência de Relacionamento com Clientes Econômico Fazendário e a Superintendência de Estratégia Comercial e Entrega.

"O modelo colaborativo de trabalho entre os times técnicos mostrou-se exitoso e habilitou o time de desenvolvimento deste domínio a manter, evoluir e construir novas soluções de inteligência artificial para o Tesouro Nacional.", afirmou Germano Monge, líder da equipe de desenvolvimento do Domínio Finanças Públicas.

Para o gerente de negócios de Soluções para Gestão de Finanças Públicas do Serpro, Alexandre Magno de Vasconcelos, a solução é inovadora, por aplicar IA na classificação e análise das matérias que envolvem impacto fiscal, mas também porque pode ser expandida para outros órgãos do Governo Federal, sobretudo no contexto pós-pandemia, que, segundo ele, vai demandar maior eficiência nas etapas de planejamento e análise de risco fiscal do gasto público na implementação de políticas para a retomada do crescimento econômico do país.

 

Postado por Redação em 12/08/2020 em Mercado