Encontre aqui seu Software

Busca simples


Busca Avançada

Sage cresce 12% em receita no Brasil

Postado por

Daniela Quintana

em 23/11/2017 em Notícias

?Sobre a performance da Sage Brasil em 2017 destacamos a conquista de novos clientes. Vamos seguir trabalhando fortemente para continuar...

?Sobre a performance da Sage Brasil em 2017 destacamos a conquista de novos clientes. Vamos seguir trabalhando fortemente para continuar merecendo a confiança de todos os nossos clientes  e contribuir para que tenham mais sucesso nos seus negócios?, afirma Jorge Santos Carneiro, presidente da Sage Brasil e América Latina.  

Resultados Globais - Destaques do desempenho operacional

  • Crescimento orgânico de receita[1] de 6,6% (exercício de 2016: 6,7%), sustentado pelo crescimento de receita recorrente de 9,0% e melhor desempenho no setor de software e serviços relacionados (SSRS), que apresentou um declínio de 1,4% (exercício de 2016:  8,4%).
  • Margem operacional orgânica de 28,0% (exercício de 2016: 27,1%) e margem de EBITDA de 30,3%.
  • Crescimento de 30,3% na receita com assinatura de software (exercício de 2016:32,1%), que representa agora 37% da receita total (exercício de 2016: 30%).
  • Crescimento orgânico de dois dígitos na receita em metade das oito regiões durante o ano.
  • Economia de custo anual de £ 59 milhões (exercício de 2016: £ 51 milhões) e cobrança não recorrente associada (excepcional) de £ 73 milhões (exercício de 2016: £110 milhões), ambas favoráveis em relação à orientação fornecida previamente e com melhoria considerável no período de retorno financeiro em comparação com o ano fiscal de 2016.
  • As despesas gerais e administrativas adicionais em relação à receita (razão de G&A) foram reduzidas para 13,8% (exercício de 2016: 17,4%).
  • Conversão de liquidez subjacente de 95% (exercício de 2016: 100%), com elevação do investimento em bens de capital para crescimento que representa uma redução de 400 pontos-base (bps), oferecendo suporte ao fluxo de caixa livre de £ 276 milhões (exercício de 2016: £ 254 milhões) e à alta de 9,0% no dividendo anual para 15,42 pontos (exercício de 2016:  14,15 pontos).
  • Dívida líquida em setembro de 2017: alavancagem de 1,6x do EBITDA e retorno sobre o capital empregado de 27%.
  • Crescimento orgânico de 6% na receita, abrangendo os negócios de Pagamentos na América do Norte e uma margem operacional subjacente (que inclui aquisições realizadas no exercício de 2017) de 27% (atingida orientação para o exercício de 2017)

Perspectiva

De acordo com a empresa, a definição de receita orgânica para o ano fiscal de 2018 incluirá os negócios adquiridos desde o início do ano financeiro seguinte à sua data de aquisição. Durante o exercício de 2017, a Sage adquiriu a Fairsail (hoje Sage People) e a Intacct (hoje Sage Intacct), que agora integram a receita orgânica e, juntos, ambos os negócios devem adicionar cerca de 1% de receita durante o ano fiscal de 2018.

Quer receber atualizações sobre o ERP Summit 2018? Clique Aqui!

Baseando-se nessa perspectiva, a gestão espera que a receita orgânica cresça cerca de 8% no exercício de 2018. Precisamos muito da sua opinião! Participe da pesquisa Panorama Mercado de ERP Brasil 2017. Você vai levar 3 minutos!

A companhia destaca que pretende continuar obtendo eficiências de custo, que serão mais que suficientes para compensar eventuais perdas nos negócios adquiridos, à medida que eles obtenham escala, confiantes na apresentação de uma margem operacional orgânica de aproximadamente 27,5% no ano fiscal de 2018.

Fonte: Redação

Faça como mais de 54 mil profissionais e assine a nossa newsletter!

Postado por

Daniela Quintana

em 23/11/2017 em Notícias