Encontre aqui seu Software

Busca simples


Busca Avançada

O desafio de potencializar a transformação digital nas organizações

Postado por Guilherme Tavares é CEO na Toccato Service em 10/04/2019 em Artigos

Manter-se atualizado, estruturar áreas com foco na promoção da inovação, ter um conhecimento mais sólidos de dados e estar mais envolvido com as novas tecnologias que, na verdade, já fazem parte da realidade empresarial de um ponto de vista mais global, são alguns exemplos de como uma instituição pode criar maturidade para se transformar digitalmente. 

A importância de se difundir uma mentalidade disruptiva nas empresas, em um cenário brasileiro onde a transformação digital permanece em estágio inicial.

Com um ambiente de negócios global cada vez mais informatizado, a ideia de Transformação Digital passou a ser um conceito-chave dentro das organizações, o que não significa, necessariamente, que todas as empresas possuam maturidade suficiente para embarcar neste processo.

E isso porquê a transformação digital vai além de um simples conceito, o qual todas as companhias conseguem promover facilmente.

Isso pode ser comprovado, por exemplo, através de dados divulgados por uma pesquisa realizada pela Softex com CIOs de 101 empresas do Brasil.

Segundo o estudo, uma em cada quatro empresas compõe um nicho preparado efetivamente para a transformação digital. E, embora o levantamento aponte que a maior parte dos gestores já está consciente da necessidade de uma mudança de mentalidade com foco na inovação, o fato concreto é que 73,2% ainda estão em uma fase inicial do movimento de transformação digital, buscando ainda acompanhar o mercado.

Nesse contexto, notamos que uma mudança cultural mais profunda deve ser implementada nas organizações, caso nossas empresas queiram ser protagonistas de uma era disruptiva.

Manter-se atualizado, estruturar áreas com foco na promoção da inovação, ter um conhecimento mais sólidos de dados e estar mais envolvido com as novas tecnologias que, na verdade, já fazem parte da realidade empresarial de um ponto de vista mais global, são alguns exemplos de como uma instituição pode criar maturidade para se transformar digitalmente. 

Uma nova mentalidade empresarial

Sobre o desafio da mudança cultural, da promoção de uma nova mentalidade nas empresas, precisamos ter em mente que as companhias que optarem por permanecer presas à metodologias e estratégias antigas tenderão a ficar obsoletas diante de um mercado no qual inovações disruptivas não são mais movimentos esporádicos, mas a tônica deste novo ambiente de negócios, mais dinâmico, competitivo e cuja única constante é a mudança.

Conforme exposto pelo levantamento da Softex, os líderes brasileiros estão, sim, atentos para este novo momento, falta a eles, pois, apresentar os recursos necessários para que as empresas consigam mudar suas mentalidades como um todo. Apenas iniciar o processo de transformação digital, e adotá-lo superficialmente, como um conceito elegante, não basta. Os líderes devem promover, de modo efetivo, um novo mindset, adotando uma mentalidade digital que abre cada área de uma empresa para processos e tomadas de decisão com foco e base na inovação.

Ainda dentro dessa discussão sobre mudança de mentalidade, o Grupo Capgemini analisou dois segmentos, financeiro e varejo, e trouxe dados importantes para entender como o meio digital está se comportando em outras áreas. 

Sobre as tecnologias digitais, 46% das empresas de varejo veem que elas conseguirão transformar as maneiras de fazer negócio, ao passo que 36% possuem um planejamento detalhado de como conquistar isso – ou seja, ainda um baixo índice.

Já no setor financeiro, por exemplo, o número é levemente mais positivo. 53% das empresas entrevistadas pelo Capgemini já possuem uma estratégia de transformação digital.

Em outras palavras: sim, já demos os passos iniciais para o movimento da transformação digital em setores importantes do mercado, mas esta caminhada ainda está em fase de maturação.

Possíveis rotas da efetiva Transformação Digital

Quando pensamos em transformação digital efetiva, alguns pontos essenciais devem ser levados em consideração:

  • Planejamento digital – O processo de introduzir a mentalidade digital nas corporações é complexo. Para que seja feito com menor quantidade de empecilhos, planeje. Defina as principais estratégias que serão utilizadas por sua empresa e coloque-as em prática através de um planejamento bem estruturado;
  • Análise empresarial – Encontre os pontos fortes e fracos da instituição, entendendo seu alcance digital. É importante entender as demandas do seu mercado de atuação, bem como, as necessidades de seus clientes. Analise as competências digitais de sua empresa e veja o que é possível aprimorar para proporcionar resultados cada vez mais superiores. Para este processo – tanto de compreensão interna, quanto do ambiente externo – soluções de Business Intelligence são capazes de fornecer uma ampla base de conhecimento, transformando dados brutos em informações relevantes para uma efetiva transformação digital dos negócios;
  • Formas de execução – Outro ponto necessário é saber como colocar em prática as estratégias previamente levantadas. Aqui entra a estruturação de áreas, designação de responsabilidades e a criação de workflows para os processos de inovação previamente desenhados nas etapas de planejamento;
  • Marketing & Customer Success – As áreas de comunicação também funcionam como grandes aliadas destes processos de inovação. Por meio de um trabalho multidisciplinar com profissionais de marketing, é possível estruturar uma mentalidade de Customer Success, buscando informações e tendências de consumo para desenhar a criação de novos produtos, soluções e estratégias de crescimento. 

O futuro, na verdade, é agora

Por fim, vemos que muito se fala sobre um futuro de inovações disruptivas, sendo que, na verdade, esta realidade já se faz presente.

Apenas para termos uma ideia, a Internet da Coisas (IoT), um dos grandes pilares da transformação digital, já é uma realidade é deve se fazer ainda mais forte em um curto prazo. De acordo com um levantamento feito pelo Business Insider, a previsão é de que no ano que vem, mais de 5 milhões de organizações já tenham aparelhos conectados ao IoT. 

As plataformas de Business Intelligence, também pilares da Transformação Digital, do mesmo modo, continuarão se fortalecendo. Segundo um estudo feito pelo Instituto Gartner, softwares de BI e Analytics concentrarão uma receita global de US$ 22,8 bilhões no ano de 2020. Das áreas financeiras e comerciais até departamentos estratégicos, de Recursos Humanos e Marketing, tais soluções são capazes de oferecer um aparato informacional completo que, como vimos, pode ser decisivo para a própria implementação de uma nova mentalidade nas empresas brasileiras.

Logo, a transformação digital não deve ser vista como algo para amanhã, mas sim, como um movimento que já está batendo na porta de sua companhia e que, caso tua organização não fique atenta, poderá perder o rumo dentro deste novo ambiente de negócios dinâmico e desafiador.

Postado por Guilherme Tavares é CEO na Toccato Service em 10/04/2019 em Artigos