Encontre aqui seu Software

Busca simples


Busca Avançada

Empresa de refrigeração minimiza paradas de negócio com cloud

Postado por

Daniela Quintana

em 11/06/2018 em Mercado Infra

Atualmente, a empresa conta com aproximadamente 35 servidores em produção totalmente em nuvem, enquanto outros 20 servidores utilizam um cenário...

Atualmente, a empresa conta com aproximadamente 35 servidores em produção totalmente em nuvem, enquanto outros 20 servidores utilizam um cenário híbrido, com replicação para a cloud como estratégia de continuidade de negócios. A solução de backup também migrou 100% para o ambiente em nuvem, aposentando as ultrapassadas fitas magnéticas.

?Precisávamos de uma estrutura dinâmica e ágil para responder às necessidades do negócio, e a nuvem Microsoft se mostrou como uma excelente alternativa?, explica Wilton Soken, gerente de Infraestrutura da Dufrio. ?Buscamos no mercado um parceiro que primasse pelo conhecimento e qualidade do serviço, e encontramos na Cloud2Go?, complementa.

A jornada da Dufrio para a nuvem iniciou com a plataforma de colaboração Office 365, seguindo para um projeto de continuidade de negócios baseado em datacenter secundário em nuvem pública, com ambiente híbrido, e logo se transformando em uma migração parcial para a cloud.

Conforme Udo Schuler, diretor de Tecnologia e Planejamento da Dufrio, os benefícios obtidos são muitos. ?Tivemos redução de custos, tecnologia de ponta, confiabilidade e escalabilidade de recursos?, destaca ele.

O diretor executivo da Cloud2Go, Marcos Weber, detalha que a experiencia do cliente com o datacenter em nuvem foi tão positiva que o que deveria ser secundário logo virou principal. ?Isso permitiu uma realocação dos recursos locais para outras aplicações, e, consequentemente, evitou a necessidade de investimentos na infraestrutura local para expansão, seguindo um modelo OPEX de acordo com o uso?, esclarece.

Interessa bater a meta de vendas e negócios? Clique aqui!

Conforme Schuler, a Cloud2Go foi capaz de mudar uma percepção inicial negativa que a Dufrio possuía em relação à nuvem. ?Isso graças a sua qualificação e experiencia, que permitiu demonstrar as vantagens sob vários aspectos, justificando a opção?, ressalta.

Já Soken acrescenta que a nuvem da Microsoft se mostrou muito estável. Este, aliás, foi um dos principais ganhos para o negócio. ?Nossa operação está rodando há mais de um ano sem qualquer evento de indisponibilidade de recursos?, salienta.

Impacto positivo que motivou a avaliação de novos investimentos. A Dufrio hoje estuda adotar novas tecnologias em nuvem, como o Windows Server 2016 e o SQL Server em Linux. ?Estamos avaliando a migração e os impactos decorrentes da medida?, finaliza Schuler.

Fonte: Redação

Fique atualizado sobre as tecnologias que permeiam o ERP e assine a nossa newsletter!

Postado por

Daniela Quintana

em 11/06/2018 em Mercado Infra