Encontre aqui seu Software

Busca simples


Busca Avançada

Empresa de cosméticos do Brasil expande processamento com solução na nuvem

Postado por Redação em 20/09/2019 em Mercado

Em 2017, a Natura optou pela plataforma de cloud computing da Google Cloud

A Natura, vinha enfrentando um desafio computacional, derivado do posicionamento da marca, que desde 2006, se tornou adepta da política de cruelty free (livre de crueldade).

A companhia abandonou a prática de testes em animais e também encerrou a compra de insumos ou ingredientes provenientes de testes em coelhos, macacos e outros bichos

Ao adotar essa postura, a fabricante aumentou sua demanda de processamento, desse modo, passou a precisar de uma ferramenta que acompanhasse esse ritmo. A partir disso, a empresa iniciou a busca por um provedor de Cloud computing que fosse forte, e, ao mesmo tempo, rápido o bastante para suportar testes vitais, durante o processo de desenvolvimento de cosméticos.

Faça como mais de 56 mil profissionais e assine a nossa newsletter!

Em agosto de 2017, a companhia brasileira, adotou a plataforma Google Cloud, em um processo, que migrou para a nuvem, todos os dados técnicos oriundos de testes laboratoriais, criados com a finalidade de avaliar a efetividade de ingredientes ativos que compõem uma formulação cosmética.

A implantação da Google Cloud Platform, tornou possível que a Natura otimizasse os testes laboratoriais, simulando os protocolos com pequenas variações, em larga escala, no ambiente virtual.

Na prática, além de ajudar a fabricante a reduzir o tempo, a tecnologia em nuvem também diminuiu o tempo gasto em ensaios no laboratório.

Segundo a empresa, o que antes demorava 48 horas para ser processado, agora é realizado em 13 horas, uma redução significativa quando são feitos de 200 a 300 processos como este simultaneamente.

“A plataforma entregou resultados eficientes e o investimento foi menor do que projetamos.”, declarou Luiz Mussini, diretor de infraestrutura de tecnologia digital da Natura.

Postado por Redação em 20/09/2019 em Mercado