Encontre aqui seu Software

Busca simples


Busca Avançada

DocuSign anuncia crescimento de 39%

Postado por Redação em 05/06/2020 em Notícias Tech

Empresa especialista em assinaturas eletrônicas, informou um faturamento de US$ 342,1 milhões

A DocuSign, companhia especialista em assinaturas eletrônicas, que atua com foco na gestão de documentos em nuvem, parte do DocuSign Agreement Cloud, anunciou hoje os resultados do seu trimestre fiscal, encerrado em 30 de abril de 2020.

A companhia anunciou um faturamento de US$ 342,1 milhões, um aumento de 59% em relação ao ano anterior.

"Lideradas pela assinatura eletrônica, nossas ofertas de gerenciamento de contratos na nuvem não estão apenas ajudando os clientes a continuarem com os negócios em tempos de crise, mas continuarão a agregar valor à medida que o mundo emergir.", afirmou Dan Springer, CEO da DocuSign.

A receita total foi informada pela companhia foi de US$ 297,0 milhões, um aumento de 39% ano a ano. A receita de assinaturas, atingiu US$ 280,9 milhões, um aumento de 39% em relação ao ano anterior. Os serviços profissionais e outras receitas foram de US$ 16,1 milhões, um aumento de 29% em comparação ao mesmo período do ano passado.

O caixa líquido fornecido pelas atividades operacionais, de acordo com os dados fornecidos pela empresa, foi de US$ 59,1 milhões, comparado a US$ 45,7 milhões no mesmo período do ano passado; O fluxo de caixa livre foi de US$ 32,8 milhões, comparado a US$ 30,4 milhões em 2019; Lucro, equivalentes de lucros, lucros restritos e investimentos foram de US$ 898,3 milhões no final do trimestre.

A margem bruta GAAP foi de 75%, em comparação com 76% no mesmo período do ano passado. A margem bruta não-GAAP foi de 79% nos dois períodos comparativos.

Segundo a empresa, o prejuízo líquido GAAP por ação básica e diluída foi de US$ 0,26 em 183 milhões de ações em circulação, comparado a US$ 0,27 em 172 milhões de ações em circulação no mesmo período do ano passado; O lucro líquido não-GAAP por ação diluída foi de US$ 0,12 em 197 milhões de ações em circulação, comparado a US$ 0,07 em 189 milhões de ações em circulação no mesmo período do ano passado.

"Nossos fortes resultados no primeiro trimestre refletem nossa capacidade de ajudar as organizações a acelerarem sua transformação digital à medida que se adaptam ao ambiente de negócios em mudança, ampliado pelo COVID-19. Muitos estão dando seus primeiros passos conosco, enquanto outros estão expandindo suas iniciativas.", complementou Dan Springer.

 

Postado por Redação em 05/06/2020 em Notícias Tech