Encontre aqui seu Software

Busca simples


Busca Avançada

Brasil cria Centro dedicado a Indústria 4.0

Postado por Redação em 23/01/2020 em Notícias

Inciativa foi apresentada em Davos, durante o Fórum Econômico Mundial

Imagem do letreiro do Fórum Econômico Mundial (WEF) é visto antes da reunião anual em Davos (Foto Uol)

Nesta quarta-feira, durante o Fórum Econômico Mundial, realizado em Davos na Suíça, o Governador do Estado São Paulo João Doria, na companhia dos secretários de Estado, Patrícia Ellen (Desenvolvimento Econômico), e Júlio Serson (Relações Internacionais), anunciaram que as companhias Bracell e a farmacêutica AstraZeneca, serão as primeiras associadas ao Centro Afiliado da 4ª Revolução Industrial.

O campus do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), em São Paulo, foi o local escolhido para receber a instalação do chamado C4IR Brasil, que será o oitavo no mundo. A medida, marca o comprometimento formal da 4ª Revolução Industrial no Brasil, em parceria com a iniciativa privada.

Faça como mais de 56 mil profissionais e assine a nossa newsletter!

A inauguração do escritório no IPT está marcada para acontecer em maio de 2020, durante o Fórum Econômico Mundial para a América Latina. Com essa iniciativa, o Brasil irá integrar a rede dedicada à governança global de tecnologia junto com China, Japão, Índia, Colômbia, Israel e Emirados Árabes.

“Iniciativa pioneira e inovadora do Governo de São Paulo e do Fórum Econômico Mundial. A quarta revolução industrial é um passo para o futuro, gerando empregos, fortalecendo o empreendedorismo e colocando São Paulo na plataforma mundial.”, afirmou o Governador João Doria durante o Fórum Econômico Mundial.

De primeiro momento, o Centro da 4ª Revolução Industrial no Brasil irá atuar com marcos regulatórios e políticas públicas que tem como principal finalidade acelerar a implementação, no território nacional e no mundo, de políticas de dados, Internet das Coisas, cidades inteligentes, robótica, Inteligência artificial e blockchain. Como parte da rede global do Fórum Econômico Mundial, as equipes trocarão conhecimento e irão acelerar o processo global de adoção de tecnologia.

O Estado de São Paulo e o IPT se preparam para receber a iniciativa, que vai ao encontro das ações de todo o Governo que tem como objetivo estimular a inovação e o empreendedorismo, com foco em projetos que tenham impacto mundial e proporcionem benefícios a toda sociedade.

“Estamos entusiasmados com o fato do Brasil se juntar à rede do Centro da 4ª Revolução Industrial. Como a maior economia da América Latina, é vista como um modelo para a região. Estamos ansiosos para acelerar o impacto das tecnologias da 4ª Revolução Industrial para que muitos possam se beneficiar.”, declarou Murat Sönmez, Diretor do Centro da 4ª Revolução Industrial do Fórum Econômico Mundial. 

 

 

 

 

Postado por Redação em 23/01/2020 em Notícias