filtros avançados

Busca simples


Busca Avançada

BIMACHINE

BIMachine é uma Plataforma Analytics SaaS 100% brasileira, completa e escalável para criação de aplicações de negócio em Cloud. Os milhares de usuários ativos em centenas de ambientes já cria

Tel.: (51) 3709 Ver tel. completo

Cel.: (51) 9847 Ver cel. completo

Mais informações

Dados x opinião: você quer achar ou vencer?

Opinião, visão pessoal, ainda que embasada em muita vivência, não vai além disso: o que você acha?. Tomar decisões corporativas precisa ir além disso. São necessários dados, fatos, bases empíricas, para embasar decisões empresariais saudáveis.

Data beats opinion. A frase que foi imortalizada pelo Google diz muito sobre empresas, pessoas, tecnologia e decisões.

Ao decidir por uma determinada ação para clientes ou colaboradores, pela compra ou não de um insumo ou recurso, pela adoção de nova tecnologia, pela mudança de um antigo processo ou pela manutenção do que já é tradicional, entre tantos outros pontos de escolha diariamente vivenciados, o que você, gestor, leva em conta?

Se a sua resposta envolver algum destes fatores:

  • sua visão das partes ou do todo
  • sua opinião sobre a condução dos negócios
  • sua vasta experiência
  • o que você considera certo ou errado no mercado
  • seu feeling

Prepare-se para saber que você está errado.

Só um pouquinho, mas está.

Opinião, visão pessoal, ainda que embasada em muita vivência, não vai além disso: o que você acha?. Mesmo que abranja uma equipe toda, um olhar de grupo é limitado a percepções individuais compartilhadas e, talvez, compactadas em algumas conclusões delimitadas ao escopo mental, profissional e emocional dos envolvidos.

Tomar decisões corporativas precisa ir além disso. São necessários dados, fatos, bases empíricas, para embasar decisões empresariais saudáveis.

Então, para você ser assertivo, busque dados, não opiniões. Cerque-se de tecnologias que possam entregar aos gestores da organização informações sobre cada setor ou elemento relevante. E use tudo isso para, então sim, projetar cenários, formar análises e embasar escolhas.

Uma tecnologia altamente recomendável neste processo é o BI. Sistemas de Business Intelligence automatizam a coleta e a triagem de dados, centralizam suas fontes e entregam gráficos, relatórios e dashboards fáceis de analisar, que trazem clareza sobre os aspectos do negócio relevantes a cada momento, para cada gestor.

BI também permite que cada área se inteire do que as demais estão fazendo, melhorando o fluxo da informação e dos processos corporativos.

Com base nos dados entregues pelo BI, análises abrangentes serão possíveis, gerando melhoria na tomada de decisões sobre tudo: produtos, serviços, processos, pessoas, preços, promoções, estratégias.

E tudo isso pode ser, ainda, incrementado pela tecnologia de Business Analytics (BA), que entrega todas estas possibilidades com o adendo de um olhar no futuro, projetando cenários que predirão onde poderão estar gargalos a solucionar, antevendo maneiras de evita-los ou contorna-los antes que prejudiquem o negócio, ou oportunidades, possibilitando projetar melhores planos para abocanhá-las.

Data beats opinion, ou dados vencem a opinião, diz o Google. Se uma das maiores corporações mundiais afirma isso, não há muito para se duvidar. E se restar alguma incerteza, o dia a dia corporativo a elimina, mostrando que análise de informação concreta é muito mais ?lacradora? do que um simples ?eu acho?.

Opiniões geram outras opiniões e, no máximo, concordâncias ou divergências. Dados geram certezas. Ser um ente da Transformação Digital, da qual tanto se fala, passa por escalar esta mudança na cultura da empresa, e passar a agir information based.

 

Incutir BI e BA ao cérebro do negócio é passar do eu acho para o eu ganho. A decisão é sua.