Encontre aqui seu Software

Busca simples


Busca Avançada

Atlético-MG moderniza gestão com software de gestão empresarial

Postado por Redação em 10/11/2020 em Mercado

O clube adotou o SAP Business One, com implementação realizada pela Seidor, para aprimorar áreas contábil e financeira

Para fazer com que as vitórias em campo se materializem em resultados financeiros, o Galo planeja seu orçamento de forma estratégica com o SAP Business One com a orientação da Ernest&Young, consultoria multinacional.

Transformar passes, chutes e gols em resultados financeiros. Esse era o desafio da Seidor, quando foi escolhida para realizar a implementação do SAP Business One, no Clube Atlético Mineiro. 

Realizar a gestão de um clube esportivo no Brasil, tem diversos desafios, entre eles destaca- se o fato de a diretoria, eleita pelos conselheiros, ser trocada a cada três anos, fato que dificulta a continuidade do trabalho. 

Rodrigo Messano, diretor de Administração e Controle do Galo, como é chamado o time da capital mineira, salientou os principais desafios na gestão da agremiação: “Até a implementação do SAP em 2019, havia dificuldade no controle da gestão das informações financeiras e contábeis do clube”. 

O processo de implementação do software no time mineiro durou 10 meses, e a experiência de Rodrigo Messano nesse tipo de processo foi fundamental, uma vez que o executivo já havia presenciado a implementações do software SAP em duas outras empresas. 

“Diferentemente de uma empresa ligada a produtos, um time de futebol vende serviços, vende uma experiência ao seu torcedor. O maior desafio que enfrentamos foi envolver as pessoas na implementação do SAP Business One, quebrar paradigmas de uma cultura tradicional enraizada. Esse foi o aspecto mais desafiador para o clube”, explica Messano.

Para lidar com a pandemia causada pela Covid-19, o Atlético Mineiro precisou afinar a gestão. 

“Com a paralisação dos campeonatos de futebol, perdemos duas de nossas maiores fontes de renda, a venda de ingressos e o fluxo das cotas de transmissão da televisão”. 

Adequar a estrutura a esses novos tempos obrigou o clube a cortar mais de 25% dos então 728 funcionários. A despeito disso, a agremiação mantém suas atividades e faz projetos para os próximos cinco anos. 

Segundo projeções internas, o Atlético Mineiro informou que espera aumentar, a cada ano, seu faturamento até 2025, e uma das principais apostas para alavancar esse crescimento é o programa de sócio-torcedor. O Galo na Veia, como é chamado, iniciou 2020 com 20 mil membros ativos e pretende terminar o ano com 70 mil torcedores fidelizados.

Rodrigo Messano afirmou que a retomada do futebol, com o início do Campeonato Brasileiro, também deve ajudar nesse processo. 

Para fazer com que as vitórias em campo se materializem em resultados financeiros, o Galo planeja seu orçamento de forma estratégica com o SAP Business One com a orientação da Ernest&Young, consultoria multinacional. 

"Contribuir para a digitalização e transformação de processos de uma entidade tão representativa quanto o Atlético Mineiro é um motivo de muito orgulho para a Seidor. Trabalhamos em sinergia com a equipe do cliente desde o início, e o resultado não poderia ser diferente: um sistema bem implementado, funcionando bem e que já gera resultados positivos para os usuários. Vamos continuar investindo e nos dedicando para que essa parceria se estenda por muitos anos.", complementou Renato Sisto, vice-presidente comercial da Seidor Brasil.

 

Postado por Redação em 10/11/2020 em Mercado