Encontre aqui seu Software

Busca simples


Busca Avançada

A importância de conhecer o perfil de seus funcionários

Postado por Lilian Haro, Especialista em RH StarSoft em 03/04/2020 em Artigos

Uma das bases de qualquer negócio diz respeito a quem trabalha nele, quem atua diariamente para que as engrenagens continuem girando o mais perfeitamente possível. 

E entender as características de cada funcionário e como elas se alinham à sua empresa é uma estratégia de negócios fundamental para compreender as origens de alguns problemas, direcionar os rumos trilhados pelo negócio e manejar com mais eficácia um time diversificado. 

Participe da nossa Pesquisa de Panorama do Mercado de ERP 2020!

De que formas esse conhecimento é útil? 

Logo abaixo, alguns pontos relevantes em relação às vantagens desse conhecimento da importância de conhecer o perfil de seus funcionários. 

Incompatibilidade: Muitas vezes, as características do cargo são divergentes do perfil do funcionário que nela atua, o pode ocasionar em questões relacionadas à produção e qualidade. Isso não deve ser interpretado, necessariamente, como sinônimo de incompetência, apenas de falta de compatibilidade entre a pessoa e a função em si. 

Realocação de cargos: Observadas divergências de compatibilidade como mencionado acima, a realocação eficiente será importante para alinhar ambas as partes em prol dos objetivos e metas. 

Baixa rotatividade de pessoal: No meio de Gestão de Pessoas, o conceito de “turnover” se refere à entrada e saída de funcionários dentro de um negócio, ou seja, às demissões e contratações. Contudo, o alto fluxo de “turnover” pode indicar falhas em alguns setores que precisam de atenção e sua baixa se dará quando a ocupação e o perfil estiverem mais condizentes. 

Aumento da produção e produtividade: Funcionários que estão alocados em funções que condizem com seus perfis executarão com mais maestria seu serviço, criando um fluxo maior de dados e contribuindo para a produção dentro dos parâmetros e expectativas da empresa. 

Elaboração de estratégias de motivação: Ao passo que muitas empresas seriam mais prósperas se suas metas fossem efetivamente e qualitativamente alcançadas, muitos funcionários seriam mais produtivos se certos pontos estivessem mais de acordo com o que almejam, ou com o que podem realizar sem sobrecarga. Assim, essa análise de perfil contribui para criar mecanismos e estratégias para manter sua equipe unida, feliz e próspera. 

Encontrou algum ponto parecido com alguma dificuldade que você enfrenta na empresa, ou algum setor do ambiente de trabalho? Até aqui você viu o porquê é imprescindível dar foco a esse tema. 

Conheça os principais perfis 

Por mais que se tenha diversas características que compõem cada ser humano dentro do ambiente de trabalho, é possível agrupar algumas qualidades em comum e criar perfis para melhor compreender como um funcionário é, age e formas disso tudo cooperar com o crescimento da empresa. Ou ainda, em um processo seletivo, que tipo de perfil melhor se alinha às qualidades e expectativas necessárias para determinado cargo. 

Assim, esse conhecimento se faz em uma ferramenta de gestão importante. Lembre-se de que um funcionário pode (e talvez, vá) se encaixar em mais de um perfil. A questão, aqui, são as características relevantes e como elas se enriquecem quando bem trabalhadas. Portanto, selecionamos os principais perfis com uma breve descrição. 

E enquanto lê, que tal refletir sobre eles dentro da sua empresa? Assim, essa leitura fará mais sentido dentro de seu contexto empresarial. 

O criativo 

Este perfil condiz àquele trabalhador que não tem receio de colocar no papel suas ideias, e nem preguiça de enxergar e executar ações “fora da caixa”. Traduz-se em uma pessoa intuitiva, estudiosa, pesquisadora. Geralmente tem facilidade em análise e podem investir horas a fio em manejar suas ideias no cumprimento de um prazo ou na criação de uma estratégia que beneficie em muitos aspectos. 

Participe da nossa Pesquisa de Panorama do Mercado de ERP 2020!

O analítico 

A observação faz parte de sua natureza e costuma ter um bom olho para boas (e más) oportunidades por conseguir fazer uma análise prévia de vantagens, desvantagens e meios de realização. Ou seja, uma pessoa calculista. Talvez nem sempre dê sua opinião por não achá-la boa, ou ainda por falta de oportunidade. 

O executor 

O famoso “mão na massa”, característica tão apreciada e buscada nos processos seletivos. Esse perfil de funcionário possui uma predisposição em não ser acomodado, e costuma ficar visivelmente inquieto quando é preciso paciência e tempo para realizar um grande passo. Costuma ter boas ideias e desenvolve com facilidade algum plano de ação, onde estará ativamente incluído. 

O comunicador 

Este perfil condiz com aquela pessoa que consegue criar uma linha de raciocínio coerente para levar seus ouvintes, leitores, espectadores a compreender o processo do qual quer falar, tendo facilidade com a linguagem e expressão corporal. Assim, podem boa lábia e serem bons influenciadores. Também costumam ser pessoas mais calmas e leitores assíduos. 

O competitivo 

Aquele que costuma se equiparar a dados, aos concorrentes ou outros funcionários, a fim de crescer em determinado segmento. Assim, um funcionário competitivo costuma ter na ponta da língua informações relevantes para conseguir promover estratégias que alavanquem os resultados da empresa ou seu próprio desempenho. 

Como aplicar esse conhecimento?

E com todas essas informações em mãos, que tal algumas dicas para por em prática agora? Vamos, agora, partir para o cerne da questão e compreender mecanismos para melhorar sua empresa na ótica dos diferentes perfis de funcionários. 

Alinhe o que você procura ao que é/pode ser oferecido 

Trace os objetivos da empresa, ou de cada segmento com atitudes que espera encontrar (e evitar) em seus funcionários. Quais habilidades espera encontrar dentro do ambiente de trabalho? Seja específico e detalhado em seus pontos para conseguir encaixar perfis se casem bem com o que deseja. 

Dê voz a seus funcionários: Crie situações e espaços onde possa ouvi-los e procure compreender as causas de suas queixas, críticas e sugestões. Fomente a trocas de experiências e observações pertinentes através de atitudes formais (como reuniões periódicas) e informais (uma conversa no happy hour).

Utilize seu lado empático de forma profissional: um bom ouvinte também é um bom orador; um bom líder também se coloca e entende “a mente” de seus liderados. 

Nesse texto você pôde saber melhor o que é e como identificar os diferentes perfis de funcionários dentro de sua empresa, além de selecionar e categorizá-los para melhor desempenho. Contudo, fazer uma análise do ambiente de trabalho, cargos, funções e levantar e cruzar esses dados é uma tarefa mais complexa e demorada quando não possuímos todos os recursos de que precisamos. 

 

Postado por Lilian Haro, Especialista em RH StarSoft em 03/04/2020 em Artigos