Encontre aqui seu Software

Busca simples


Busca Avançada

A era dos negócios preditivos

Postado por

Robert Enslin

em 21/05/2014 em Gestão Empresarial com ERP

Além do planejamento urbano, a tecnologia está ajudando os engenheiros a criar ferramentas de diagnóstico mais eficazes para curar e...

Além do planejamento urbano, a tecnologia está ajudando os engenheiros a criar ferramentas de diagnóstico mais eficazes para curar e prevenir doenças e enfermidades. Está permitindo que fabricantes projetem, construam, testem e aperfeiçoem os produtos em um PC antes de levá-los para produção. Também está viabilizando o ensino a distância através de salas de aula virtuais.

No entanto, tudo isso é apenas um aquecimento para o que está por vir. Hoje, o mundo está à beira de uma era totalmente nova da realização humana, na qual o software aliado à tecnologia digital e aos velozes computadores permitirá que organizações de todos os tipos não apenas compreendam o passado, mas também prevejam o futuro com uma precisão surpreendente.

Isso é o que estamos chamando de 'Era dos Negócios Preditivos'. O segredo no centro dessa nova era é a montanha de dados que está sendo criada por dispositivos digitais de todos os tipos e como isso está sendo usado para avaliar, entender e aprimorar nosso mundo de maneiras com que nossos antecessores apenas sonharam. Ao contrário de épocas passadas, que apenas gravavam eventos importantes, o mundo digital está criando um registro permanente de cada clique, toque, texto, publicação no Facebook ou Weibo, passeio de carro, voo, telefonema, foto, compra, pagamento e doença que acontecem no nosso planeta com 7 bilhões de pessoas.

Esses trilhões de registros digitais são aleatórios para o olho nu, mas quando analisados por computadores velozes guiados por fórmulas matemáticas cada vez mais poderosas que os instruem como e onde procurar, eles revelam imagens, padrões, conexões e tendências nunca vistas anteriormente - ideias que podem elevar o desempenho dos negócios e fazer diferença em vidas humanas.

Ao expandir vastamente o que conhecemos, líderes de negócios também podem fazer previsões com um grau de precisão cada vez mais surpreendente a respeito dos eventos mais valiosos: coisas que ainda não aconteceram.

Para as empresas que abraçarem essa revolução, os avanços em software vão fornecer novas percepções sobre clientes, mercados e parceiros - permitindo que as decisões sejam tomadas em tempo real e criando uma vantagem competitiva para que superem seus pares globais.

Estudos mostram que empresas que seguirem a onda dos negócios preditivos superam seus concorrentes em uma média de 20%. O McKinsey Global Institute estima que os varejistas que explorarem o poder do "big data" podem ser capazes de aumentar suas margens de operação em mais de 60%. Na mesma linha, a Economist Intelligence Unit revelou que as empresas que adotaram uma cultura orientada a dados têm três vezes mais chances de estarem bem à frente de seus competidores em termos de desempenho financeiro.

Empresas que quiserem acelerar o caminho na direção da Era dos Negócios Preditivos precisam ser rápidas, adaptáveis e acessíveis. Embora não haja um caminho único para se tornar uma empresa orientada a dados, as empresas com essa característica tomam medidas semelhantes para incorporar os dados em todos os aspectos das operações.

Para fazer isso, as empresas devem preparar seus negócios para adotar as inovações trazidas pelas tecnologias de computação em memória e em nuvem e de mobilidade. Separadamente, essas inovações tecnológicas estão ajudando as empresas a trabalharem em tempo real, possibilitando decisões rápidas, permitindo que elas se adaptem às tendências de mercado e conectando pessoas com as informações e os sistemas necessários para gerir os negócios de qualquer lugar, a qualquer momento.

Administradas da forma correta, essas informações podem ser usadas para identificar melhor as tendências de negócios, prevenir doenças, ter novas percepções sobre a ciência e destravar novas fontes de crescimento econômico.

 * Robert Enslin é presidente das operações globais de clientes e membro do Conselho Administrativo Mundial da SAP.

 

Postado por

Robert Enslin

em 21/05/2014 em Gestão Empresarial com ERP