Encontre aqui seu Software

Busca simples


Busca Avançada

4 facilidades que um ERP traz ao controle do fluxo das operações

Postado por Leandro Martins, Especialista de Implantação/ERP da StarSoft em 21/02/2020 em Artigos

4 facilidades que um ERP traz ao controle do fluxo das operações

Diante da popularização do sistema ERP, é provável que você já saiba sobre o que se trata essa tecnologia.

Para quem ainda não lembra ou ficou com dúvidas, diz respeito a uma solução que reúne os dados e operações de uma empresa em um único ambiente, de maneira a facilitar e otimizar o processo de gestão. 

Se ainda não adotou essa tecnologia em seu negócio, não deixe de continuar a leitura. Aqui, apresentamos quatro facilidades que um ERP traz ao controle do fluxo das operações de uma organização, para que assim enxerque com maior clareza a importância dessa solução para a sua empresa. 

Vamos lá? 

1. Integração de setores da empresa

Uma das principais vantagens de se contar com um ERP é que ele pode integrar os setores de uma empresa em um só ambiente e, assim, facilitar o processo de controle de operações. Como se sabe, alguns departamentos dependem uns dos outros no dia a dia da empresa, sendo assim indispensável que estejam em constante interação. 

Um exemplo nesse sentido é o estoque e as vendas. O departamento de vendas, por dia, realiza certa quantidade de vendas que precisa, de certa maneira, ser informada ao setor de estoque para que, se for o caso, reponha os produtos, realizando novas aquisições.

Percebe como é importante um setor ficar de olho no outro, acompanhando o fluxo de operação de cada um? Um ERP otimiza isso. Na verdade, faz mais que isso, uma vez que disponibiliza os dados dos setores em tempo real. 

Se observar, a mesma relação existe entre o departamento de compras e o financeiro. Aquele precisa saber se a empresa dispõe de orçamento o suficiente para realizar novas aquisições. Para isso, necessita consultar os dados do setor financeiro, algo que pode ser feito de maneira ágil e eficiente a partir de um sistema ERP. 

2. Tomada de decisão

A tomada de decisão é uma ação que faz parte do processo de controle do fluxo de operação. Por isso mesmo, merece atenção especial. 

Mais uma vez um sistema ERP mostra a sua importância ao conferir maior facilidade aos gestores na hora de tomar uma decisão. Isso porque, como dissemos, um sistema ERP reúne todos os dados que são gerados pela empresa no dia a dia, como as vendas feitas, pagamentos realizados a fornecedores, compras realizadas, etc. 

Faça como mais de 56 mil profissionais e assine a nossa newsletter!

Além disso, apresenta essas informações, muitas vezes, de maneira otimizada, a partir de gráficos, por exemplo, os quais facilitam o processo de leitura visual, bem como a interpretação. Isso não só facilita o processo de decisão por parte do gestor, mas também garante a consistência necessária para gerar uma decisão mais acertada e alinhada com os interesses da empresa. 

Por exemplo, caso o gestor perceba que as vendas não foram tão boas nos primeiros 15 dias de janeiro de 2020, pode tomar uma decisão, como criar uma meta de venda mais agressiva, que seja capaz de fazer com que esse mês feche as vendas de maneira positiva. 

No entanto, ele só poderá tomar essa decisão caso acompanhe o fluxo de operação do setor de vendas a partir de um sistema ERP. É este que garante otimização, segurança e assertividade ao processo de decisão. 

3. Redução de erros

Um ERP não é somente um sistema que pode fazer com que uma empresa integre os seus setores e dados, unindo todos em um único ambiente, mas é também capaz de facilitar o processo de redução de erros a partir do monitoramento do fluxo de operações. 

Com outras palavras, o ERP facilita o processo de acompanhamento do fluxo de operações, maximizando a visão do gestor e garantindo que ele seja capaz de reduzir erros e, assim, levar a empresa a se tornar mais eficiente e produtiva. 

Por exemplo, um erro que é geralmente cometido por uma empresa é vender um produto que já não consta em estoque. Com isso, a marca cria uma falsa expectativa em relação ao cliente e quebra a cara, pois o produto não existe fisicamente, e já foi vendido há dias. O resultado não poderia ser outro: o cliente sai do estabelecimento insatisfeito, sentindo-se lesado e frustrado. 

Para evitar esse erro que é muito comum no âmbito empresarial, o ideal é que o consultor de vendas realize uma consulta no sistema ERP antes de fechar negócio, para saber se o produto existe em estoque. Além disso, se preciso for, deve ligar para o setor de estoque com o objetivo de confirmar a sua existência física. 

No entanto, geralmente, o sistema ERP permite acrescentar informações ao lado dos produtos que são cadastrados, como, por exemplo: "Não existe em estoque, pois foi trocado por um outro produto. É preciso dar baixa no sistema.". 

É apenas um exemplo, mas que serve como base para que tenhamos uma noção a respeito da importância de se contar com um ERP para facilitar o processo de redução de erros no dia a dia da empresa. 

4. Facilidade em relação ao controle do caixa da empresa

As entradas e saídas de dinheiro do caixa de empresa são operações que carecem de maior monitoramento para que a empresa tenha a saúde financeira preservada, bem como o seu crescimento. Afinal, o eficiente controle do caixa é condição indispensável para que a marca siga se desenvolvendo de forma segurança, eficiente e produtiva. 

Portanto, um sistema ERP confere maior facilidade ao processo de controle em relação ao caixa da empresa, uma vez que fornece aos gestores os registros de entradas e saídas de crédito, bem como os créditos que irão entrar no caixa a longo tempo. O bom é que essas informações são apresentadas de maneira otimizada, fácil e estratégica, para que o gestor não fique com dúvidas. 

Como vimos, um sistema ERP pode, sem dúvida alguma, trazer diversas facilidades ao processo de controle de fluxo de operações de uma empresa, ligado a qualquer setor que seja, tais como: vendas, compras, financeiro, marketing, etc. 

Postado por Leandro Martins, Especialista de Implantação/ERP da StarSoft em 21/02/2020 em Artigos