Sua empresa está pronta para usar metodologias inovadoras?

Postado por em em Artigos
  • Tamanho da fonte: Maior Menor
  • Acessos: 1419
  • Increver-se para receber atualizações

Artigo Transformação Digital Portal ERP

Acompanhar as tendências é fundamental para quem quer se diferenciar no mercado. A cada dia, surgem novidades que geram impacto na maneira como as empresas trabalham.

Some-se a esse cenário as inovações tecnológicas, mudanças no comportamento do consumidor, velocidade da informação, avanço da concorrência, impacto da transformação digital e um mundo com menos fronteiras comerciais.

Parece que tudo fica mais confuso, não é mesmo? Por isso, é preciso buscar informações, aprender, aprofundar-se. Mas também é importante tomar decisões rápidas.

É preciso planejar, mas também entregar resultados em prazos cada vez menores. É preciso sofisticar processos, mas também testar modelos mais simples. É preciso administrar de acordo com o que está dando certo, mas experimentar as novas práticas.

As coisas parecem estar acontecendo todas ao mesmo tempo. E estão. Por isso, nesse cenário em que tudo muda em ciclos mais curtos, a forma de gerenciamento de projetos também precisa mudar. SCRUM, FDD (Feature-Driven Development), XP (eXtreme Programming) são nomes de alguns métodos que privilegiam a adaptabilidade, entregas mais simples e estruturas menos hierárquicas. Elas começaram a ganhar espaço nas empresas de TI e rapidamente foram adotadas por gestores de projetos, em várias organizações.

Na medida em que os métodos ágeis se tornaram mais presentes, gestores de projetos tiveram que aprender a utilizá-los e perceberam estar diante do desafio de integrar o tradicional modelo de gestão de projetos com as metodologias mais inovadoras e rápidas. Se, por um lado, é possível ganhar em termos de tempo, em outro se perde sem um planejamento e documentação completamente estruturados. Não se pode falar que uma forma de trabalhar seja melhor que a outra. Elas são diferentes e se adequam de acordo com o cenário e as características dos projetos e das equipes envolvidas.

Diante das necessidades que variam em cada projeto, o mercado passou a falar em metodologias híbridas, que possibilitam o cumprimento de importantes etapas de planejamento e documentação, mas também se aproveitam do ciclo de soluções rápidas proporcionado pelos métodos ágeis, em que as entregas de valor são feitas de forma contínua, através de processos interativos. O tema ainda é novo no mercado. Por isso, escrevi este artigo para dar algumas dicas sobre essas tendências.

1) Entenda o contexto dos seus projetos: antes de adotar metodologias híbridas é importante entender o contexto de negócios de cada empresa, sua especificidade e o que tem maior valor no projeto; 

2) Avalie a urgência das entregas: em que prazo o projeto precisa estar pronto para ser testado / utilizado? Metodologias híbridas permitem combinar a velocidade das metodologias ágeis à necessidade de documentação e controle dos formatos tradicionais. Vale avaliar o que tem maior relevância em cada situação.

3) Respeite a cultura organizacional: avalie quais são os traços predominantes de comportamento em cada organização. Empresas mais tradicionais tendem a demandar um projeto completo, com documentação adequada e implementação ao final de todas as etapas. Em culturas mais inovadoras, que permitem a experimentação e o erro, as metodologias híbridas podem fluir melhor. Mais uma vez, não existe certo ou errado, mas o que combina mais com a organização e sua forma de funcionar.

4) Que valor a equipe de projetos quer entregar? As metodologias ágeis têm o objetivo de entregar valor para o cliente mais rapidamente. Ou seja, é possível acompanhar o desenvolvimento de protótipos, fazer testes, ver o funcionamento do novo produto ou serviço na medida em que ele é desenhado. A documentação vai sendo construída ao longo do tempo, fundamentando o que está sendo implementado.

5) Metodologias híbridas servem para combinar a necessidade de rapidez de implementação (conquistada com os métodos ágeis) e a boa documentação referente ao projeto (caraterística dos projetos desenvolvidos de acordo com métodos tradicionais).

Avalie esta postagem:
3
  • Nenhum comentário encontrado

Deixar seu comentário

Postar comentário

0 Restrição de Caracter
Seu texto deve ter mais de 10 caracteres
Seus componente estão sujeitos a moderação do administrador.

Cadastre seu e-mail * e receba nossa newsletter

iX Tecnologia e Educação Ltda. Todos os direitos reservados. Powered by por Oibê.