Encontre aqui seu Software

Busca simples


Busca Avançada

[DC] System

DC System nasceu dentro de uma organização contábil com mais de 25 anos de experiência. Desde 1994, criando soluções que simplificam a sua vida e a vida da sua organização. Nosso principal objetivo é tornar a vida do usuário mais simplificada e gerar resultados ao gestor, sobrando mais tempo para o que realmente importa.

Tel.: (14) 3623 Ver tel. completo

Mais informações

Gestão Financeira para prestador de serviço

Gestão Financeira para prestador de serviço não é um bicho de sete cabeças. Trazemos dicas de como fazer o melhor controle financeiro para pequena empresa e obter resultados positivos em minha gestão de forma fácil e objetiva. Confira

Quando procuramos no Google existem inúmeras definições ao termo de gestão, no entanto de uma forma simples objetiva é nada mesmo que gerir = cuidar de um negócio, dando atenção desde as pessoas quanto ao dinheiro que mantem o negócio de pé. Neste post, vamos tratar de uma forma clara a gestão financeira para você prestador de serviço, de que forma poderá gerar ótimos resultados utilizando a tecnologia ao seu favor, além de dicas valiosas para manter o controle eficiente das finanças de seu empreendimento.

Basta apenas ter disciplina e vontade de crescer!

Afinal, o que é gestão financeira? A gestão financeira nada mais é que um conjunto de ações administrativas que envolvem desde planejamento, a análise e o controle das atividades relacionadas com o dinheiro do negócio. Seu real objetivo é melhorar os seus resultados, dar uma visão mais ampla e clara sobre atual situação da empresa, facilitando na tomada de decisão e evitando problemas futuros que possam comprometer o andamento do negócio. Existem algumas ações primordiais ao administrar financeiramente qualquer tipo de negócio: 1) Evidenciar a necessidade de crescimento da organização; 2) Identificar problemas e desafios futuros; 2) Acompanhar e avaliar o desempenho financeiro da empresa ; 3) Analisar desvios dos indicadores financeiros comparando o previsto com o realizado; 4) Definir e implementar medidas corretivas básicas; 5) Controlar as  contas a pagar e contas a receber. Vale a pena ter uma gestão financeira?  Empresas de serviços seja de contabilidade, softwares, consultoria empresarial, turismo, eventos corporativos entre outros, tem um objetivo em comum: solucionar problemas conforme as necessidades do cliente, e o ato de ingressar nesse mercado por "servir" seja por amor a área, por talento ou gosto pessoal sem dúvida é muito importante, mas não o suficiente para que o empreendimento tenha sucesso no mercado. Gestão financeira é a resposta! Vamos analisar: Se você não conhece a realidade financeira da sua empresa, pode acabar se iludindo com o faturamento obtido. Exemplo você obteve R$ 500.000,00 mas gastou R$ 800.000,00 em comparação ao mês passado, sem dúvida houve um aumento, mas o saldo ainda é negativo. E porque isso acontece? Negligência e falta de controle, com isso o resultado não poderia ser diferente: altas dívidas ou até mesmo o fechamento do negócio, caso que ocorreu com a empresa VASP! Em 1933, em São Paulo, 72 empresários se uniram (entre eles um sobrinho do “pai da aviação”, Santos Dumont) e resolveram criar uma empresa de táxi aéreo com o nome de Viação Aérea de São Paulo (Vasp). Contudo, pouco mais de um ano depois de sua fundação, acumulando uma série de prejuízos, boa parte do empreendimento foi vendido para o Governo de São Paulo, que tomaria as principais decisões da empresa até 1986 quando a instituição começou a ser privatizada. Posteriormente à venda, a empresa entrou em um processo de crescimento alucinante, com um faturamento que chegou a ultrapassar a fronteira do bilhão por ano. Porém, muito devido a falta de um controle financeiro empresarial insustentável, a empresa começou a passar por dificuldades já na década seguinte, nos anos 90. Com os inúmeros casos de inadimplência no pagamento de salários e outros compromissos, além de um procedimento de privatização e a intervenção na justiça do trabalho, a empresa teve sua primeira paralisação em 2004. Após esse evento, a Vasp entrou em um período complexo de processos judiciais, algo que resultou com o decreto de falência em 2008. Ou seja, um controle financeiro eficiente é vital para qualquer empresa independente de seu porte, principalmente diante de contratempos. Abaixo segue 3 dicas valiosas que te ajudará em seu controle financeiro:

Dica 1 

Separe as contas pessoais com as contas da empresa

Sem dúvida esse passo é primordial, separe as contas financeiras pessoais das contas jurídicas, isso vai te ajudar a manter efetivamente o controle dos recursos da empresa, evitar retiradas indiscriminadas de dinheiro do caixa, ter uma boa organização financeira e uma visão ampla sobre o empreendimento para não tomar decisões erradas.

Dica 2

Avalie a situação financeira da sua empresa 

É importante criar uma consciência sobre a situação atual da sua empresa, identificar potenciais problemas que possam existir. Pense:

  • Você consegue pagar tranquilamente todos os custos mensais do seu empreendimento?
  • Possui uma reserva financeira?
  • Conseguiu obter uma boa lucratividade nos últimos períodos?

Essa análise é fundamental para avaliar a qualidade dos controles financeiros e a partir disso tomar ações que solucionem esses problemas, seja para reduzir custos, utilizar ferramentas que auxiliem na obtenção de resultados e assim por diante.

Dica 3

Invista em tecnologia

No mercado existem inúmeros softwares além de planilhas que pode ajudar ao aplicar a gestão financeira dentro do negócio e se você não tem a minima ideia de por onde começar, precisa considerar alguns pontos ao fazer sua escolha: Se sua escolha for planilhas, lembre-se:

  • Tenho facilidade ao manusear
  • Tenho conhecimento e domínio sobre fórmulas complexas
  • Consigo analisar curto, médio e longo prazo resultados
  • Tenho tempo suficiente
  • Lembro sempre de fazer backup para não perder informações

Já se sua escolha for um software financeiro analise se ele é:

  • Prático, simples, objetivo
  • Tem curva de aprendizagem rápida
  • Consegue gerar projeções no presente, passado e futuro
  • Gerencia contas a pagar e receber facilmente
  • Realiza lançamentos automáticos
  • Tem conciliação bancária automática
  • Tem relatórios essenciais como analíticos e sintéticos
  • Possui DRE (Demonstração de Resultados)
  • Tem fluxo de caixa realizado e projetado
  • É possível realizar rateio por centro de custos e locais
  • Possui gráficos de movimentações
  • Possui parcelamento de contas
  • É na nuvem

Por que usar um software na nuvem? Atualmente muitos empresários estão optando por sistemas de gestão em nuvem que proporcionam mais mobilidade e acessibilidade na hora de gerenciar todos os processos internos e externos. Com um software em nuvem você pode acessar de qualquer lugar do mundo os dados da empresa, desde que esteja conectado à internet, além de ser mais prático e rápido, é possível também otimizar processos e maximizar resultados. Outra vantagem ao investir em um software em nuvem é na segurança, todos os dados e informações trafegados dentro e fora da empresa são criptografados e monitorados para evitar invasões e ataques de hackers, além de ser possível também controlar o acesso de cada um dos colaboradores, garantindo a confidencialidade das informações estratégicas do negócio. Agora, com todas essas informações em mãos, é possível analisar, prever e planejar o caminho ideal para obter a melhor gestão do seu negócio. Mesmo que você tenha que começar do zero, simplesmente comece, pois de nada adianta realizar planos para o futuro sem ver o hoje. E se tudo parecer um "bicho de sete cabeças", saiba que a DC System pode te ajudar a te direcionar e encontrar a melhor solução para o seu negócio.

PS: Você sabe como é composto o fluxo de caixa de uma empresa?