A Indústria 4.0 e os benefícios que o ERP agrega

Postado por em em Artigos
  • Tamanho da fonte: Maior Menor
  • Acessos: 3283
  • Increver-se para receber atualizações

Artigo industria disruptiva sage Portal ERP

A Indústria 4.0, também chamada de Quarta Revolução Industrial, criada em 2011 em um projeto de estratégia de alta tecnologia do governo alemão, no intuito de promover a informatização de uma fábrica marca uma completa descentralização no controle de processos produtivos, além da proliferação de dispositivos que se conectam à internet de uma maneira cada vez mais fácil e rápida.

A automação de processos, agregado à inovação disruptiva, começam a fazer com que as atividades industriais sejam potencializadas.

Em outras palavras, a Indústria 4.0 promove uma transformação no setor da manufatura, tornando-a inteligente, onde através do uso da tecnologia, é possível aumentar de forma exponencial a produtividade, eficiência e agilidade nos processos.

O ponto de partida para que a indústria esteja inserida nesse contexto é uso de um ERP, visto que um dos grandes ganhos para as companhias que estão imersas na era da Indústria 4.0 é a redução de custos. Uma vez que há um maior controle das máquinas através dos sistemas de gestão empresarial, é possível otimizar a economia de energia, água e afins; e economia de insumos. 

Nesse cenário, os sistemas de gestão empresarial (ERP), que compilam as informações geradas por todas as áreas e transformam em dados estratégicos, exercem um papel de protagonista, angariando uma série de benefícios à organização, como integração sistêmica, comunicação precisa, respostas em tempo real, segurança, além de tecnologias periféricas que aumentam a aderência da solução e garantem maior competitividade para a indústria. 

No que diz respeito à integração sistêmica, um ERP pode realizar tanto uma integração horizontal (dentro da própria indústria) quanto vertical (fora da indústria). As informações compiladas para que esses processos possam ocorrer, simplificam o trabalho dos gestores, já que o sistema pode levantar dados separadamente, o que demandaria tempo se realizado manualmente. 

Além dos benefícios já apontados, um bom ERP consegue propiciar o uso de novas tecnologias para p setor de manufatura, como é o caso de Cloud, Big Data, inteligência artificial, impressoras 3D, entre outras. Para o compartilhamento em nuvem, a ideia é permitir acesso a dados empresariais para determinadas áreas; no Big Data, a informação é importante em termos de análise e o ERP promove o uso delas para investigação de outros dados; e outras tecnologias, como inteligência artificial e impressoras 3D, que são facilmente integradas pelo sistema de gestão utilizado.

Se sua indústria ainda não está na Quarta Revolução, é bom correr. Avalie as soluções disponíveis no mercado e evolua seu negócio o quanto antes! 

Avalie esta postagem:
6
  • Nenhum comentário encontrado

Deixar seu comentário

Postar comentário

0 Restrição de Caracter
Seu texto deve ter mais de 10 caracteres
Seus componente estão sujeitos a moderação do administrador.

Cadastre seu e-mail * e receba nossa newsletter

iX Tecnologia e Educação Ltda. Todos os direitos reservados. Powered by por Oibê.